Radar corporativo: veja os destaques das empresas nesta segunda-feira

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

O Radar corporativo desta segunda-feira (19) destaca que os controladores e fundadores da C&A (CEAB3) podem vender sua participação na varejista de moda, segundo o Valor Econômico. Ainda, que os fundadores da Linx (LINX3) devem ser impedidos de votar na assembleia que decide a venda para a Stone.

A B3 (B3SA3) teve aumento de mais de 100% no número de investidores pessoas físicas em setembro. E a Petrobras (PETR3 PETR4) decidiu postergar por cerca de um ano o projeto Parque das Baleias, alegando a crise econômica decorrente da pandemia como razão para tanto.

Veja mais notícias.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

C&A (CEAB3): controladores podem vender fatia

Segundo o Valor, a família Brenninkmeijer, controladora da varejista de moda C&A, sediada na Holanda, considera vender sua fatia na operação no Brasil. A ideia do grupo é concentrar os negócios na Europa.

Fundadores da Linx (LINX3) não devem votar em assembleia

De acordo com entendimento da Superintendência de Relações com Empresas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os fundadores da Linx (LINX3), Alberto Menache, Alon Dayan e Nercio Fernandes estão impedidos de votar na assembleia que vai examinar a proposta de compra feita pela Stone. O entendimento é que eles seriam privilegiados na venda, aponta o Valor. Em fato relevante divulgado nessa segunda-feira, a empresa informou que os sócios fundadores irão recorrer da decisão da CVM.

BrMalls (BRML3) confirma estudos com Ancar

A brMalls informou, em comunicado ao mercado, que possui como estratégia a constante avaliação de oportunidades no setor de shopping centers.

“Neste sentido, a brMalls e Ancar realizaram estudos preliminares sobre a pertinência da combinação parcial de seus portfólios”, afirmou.

“Caso haja continuidade dos estudos preliminares e eventual celebração de obrigações vinculantes, a brMalls comunicará os investidores e ao mercado em geral”, finalizou, em resposta à reportagem de O Globo.

Fundador da Qualicorp (QUAL3) lança nova operadora

José Seripieri Filho, fundador da Qualicorp (QUAL3), a qual deixou no ano passado, vai criar uma nova operadora de convênio médico de planos particulares, o Qsaúde, onde investirá mais de R$ 120 milhões. Ideia é oferecer planos a partir de R$ 247.

B3 (B3SA3): número de investidores pessoa física sobe 114,8% em setembro

A B3 (B3SA3) informou que o número total de investidores na bolsa cresceu 114,8% em setembro deste ano na comparação com o mesmo mês de 2019.

Ao final de setembro de 2020, eram 3,096 milhões de investidores ativos ante 1,441 milhão de um ano antes. Em relação ao mês de agosto, o número de investidores na B3 avançou 3,6%.

CCR (CCRO3) registra queda de 3,6% no tráfego

O tráfego nas rodovias controladas pela CCR teve queda de 3,6% entre os dias 09 e 15 de outubro na comparação com o mesmo período do ano passado.A circulação de veículos de passeio caiu 4,2%, assim como de comerciais, com queda de 3,2%. Nesse ano até 15 de outubro, a queda é de 9,4% no total sobre igual período de 2019. Os dados excluem a ViaSul.

Petrobras (PETR3 PETR4) posterga projeto Parque das Baleias

A Petrobras comunicou que postergou o Projeto Integrado do Parque das Baleias em cerca de um ano. O motivo alegado pela companhia é o contexto econômico do cenário da Covid-19.

Assim, o início de operação e primeiro óleo ficaram para 2024. Mas o remanejamento de poços entre plataformas em operação foi mantido para 2022.

Omega (OMGE3) tem mudança acionária

A Omega Geração (OMGE3) informou que o Lambda 3, fundo administrado pelo Plural Banco Múltiplo, aumentou participação em ações ordinárias da companhia.

O Lambda passou a deter 5,07% das ações.

Assim, essa porcentagem corresponde a 9.932.792 das ações ordinárias da empresa.

BrasilAgro (AGRO3) paga proventos

A BrasilAgro (AGRO3) anunciou que pagará proventos no próximo dia 12 de novembro.

Os dividendos correspondem ao montante de R$ 42 milhões.

AEGEA (AEGP23) anuncia liquidação de emissão de debêntures

A AEGEA Saneamento (AEGP23) e a subsidiária Prolagos informaram a liquidação da 5ª demissão de debêntures simples, não conversíveis em ações.

O montante total  foi de R$ 150 milhões, com valor nominal unitário de R$1.000,00, em série única, com vencimento em três anos.

You Inc: Fact Enterprise aumenta participação

A incorporadora  You Inc comunica que a acionista Fact Enterprise Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia passou a deter 6,0% do total de ações ordinárias da companhia.

A Fact, que contava 969.534 ações ordinárias, representando 3,0% de participação acionária, totaliza agora 1.939.068 ações ordinárias — ou 6,0% do capital social total da You Inc.

Klabin (KBLN11) cancela AGE sobre incorporação de Sogemar

A Klabin informou que, em razão da transação realizada entre a Sogemar e o BNDES, decidiu cancelar a assembleia geral extraordinária que seria realizada em 30 de outubro.

Ao mesmo tempo, a companhia convocou uma nova reunião do conselho de administração para 23 de outubro a fim de deliberar sobre a operação e os novos termos para a incorporação da Sogemar, além da convocação de uma nova AGE.

A Sogemar, dona da marca Klabin, e o BNDES acertaram os termos sobre pagamento de royalties em troca de ações.

Triunfo (TPIS3) assina aditivo para relicitação de Viracopos

A Triunfo Participações e Investimentos (TPI) informa que sua coligada, Aeroportos Brasil Viracopos (ABV) assinou aditivo ao contrato de concessão para a relicitação do empreendimento

Apesar da assinatura, a TPI adverte que ainda há diversas etapas antes da efetiva relicitação. Assim, a ABV continuará operando o Aeroporto de Viracopos neste período.

Energisa (ENGI11): consumo total de energia sobe 1,2% em agosto

Energisa (ENGI11) informou que o consumo consolidado de energia elétrica, cativo e livre (2.936,8GWh), nas áreas de concessão do Grupo apontou crescimento de 1,2% agosto, em comparação ao mesmo mês em 2019.

Considerando o fornecimento não-faturado, o crescimento no mês foi de 4,6%, diz a Energisa.

Alphaville (AVLL3) espera levantar R$ 468 milhões com IPO

A Alphaville S.A. (AVLL3), holding que atua com o desenvolvimento de loteamentos urbanos fechados, está com tudo pronto para fazer sua estreia na bolsa brasileira no dia 6 de novembro. A precificação da oferta deve ocorrer no dia 4 em uma operação que pode movimentar cerca de R$ 468 milhões.

Na semana passada, a empresa, que tem como acionista o fundo de private equity Pátria, definiu a faixa indicativa de preços do IPO entre R$ 41,50 e R$ 47,80.

Auditoria aponta falha leve nos controles do Grupo Mateus (GMAT3)

O Grupo Mateus, que fez recentemente a maior oferta pública inicial de ações do ano (IPO, da sigla em inglês), informou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que auditores da Grant Thornton identificaram deficiências de grau moderado em seus controles internos. Os pontos apresentados, diz o grupo, não causam distorções significativas nas informações das demonstrações financeiras anuais.

Rede D’Or informa aquisição da Clínica São Lucas, no Rio

Em comunicado ao mercado, a Rede D’Or São Luiz comunica que adquiriu 100% da Clínica São Lucas, localizada no município de Macaé, norte do Estado do Rio de Janeiro. O valor do negócio é de R$ 67,2 milhões, que serão abatidos de dívidas existentes. Já foi consumada a aquisição de 75% da clínica devendo a aquisição dos 25% remanescentes ocorrer após a obtenção de autorização judicial (por ser de titularidade de um espólio).

Licitação da Sanesul acontece esta semana

Acontece hoje (19) na B3 a entrega de propostas da licitação da parceria público-privada (PPP) de esgoto da Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul (Sanesul). Apesar de ter sido questionada por parte das empresas interessadas, a licitação deve ocorrer esta semana ainda, aponta o Valor.

Cruzeiro do Sul deve fazer IPO no final do ano

De acordo com reportagem do Valor, a Cruzeiro do Sul Educacional, quarto maior grupo de ensino superior do país,  deve realizar oferta inicial de ações (IPO) no final deste ano. A intenção é captar entre R$ 1,2 bilhão e R$ 1,5 bilhão.

Pacote do BNDES não chega à aéreas

Depois de seis meses de anunciar um pacote de R$ 6 bilhões para companhias aéreas, o BNDES não liberou qualquer quantia a estas empresas, diz o Valor. O crédito, anunciado em março, no início da pandemia, foi considerado caro e restrito – proíbe, por exemplo, que o empréstimo seja usado para pagar dívidas ou comprar aviões.

Ronaldo Cezar Coelho quer sócio estratégico na Light (LIGT3)

Ronaldo Cezar Coelho, um dos maiores acionistas da Light, que detém 22,5% da distribuidora, afirmou ao Valor que pretende ficar “pelo menos dez anos” na companhia e que busca um sócio estratégico de “qualidade”. Segundo o jornal, ele deve ser Beto Sicupira, um dos sócios da 3G Capital, controladora da Inbev.