Radar: PETR4, GOLL4 e RSID3 informam sobre dívidas; SEER3 faz aquisição

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O Radar corporativo desta segunda-feira (21) destaca que Petrobras (PETR3 PETR4) anuncia resgate antecipado de bônus no exterior de cerca de US$ 2,1 bilhões

Enquanto a Petrobras Distribuidora (BRDT3) realizou a liquidação de uma dívida de R$ 161,8 milhões referente ao Novo Plano de Equacionamento de Déficit (PED).

A construtora Rossi (RSID3) informou que quitou 93% de dívida com o Bradesco – que ao final de setembro tinha montante total de aproximadamente R$ 565 milhões.

Invista em suas Escolhas. Conheça os Melhores Investimentos 2021.

A Gol (GOLL4) precificou colocação privada de dívida sênior no exterior no valor principal de US$ 200 milhões, equivalente a R$ 1,018 bilhão.

A Eletrobras (ELET3 ELET5 ELET6), por sua vez, aceitou a renegociação de dívida de R$ 4 milhões da Amazonas Energia.

Após novo deslizamento, com uma vítima fatal, a Vale (VALE3) teve seu alvará de funcionamento na cidade de Brumadinho (MG) suspenso.

A Light (LIGT3) deu exclusividade à Brasal para a venda de sua parte nas centrais hidrelétricas de Paracambi, Senhora do Porto, Dores de Guanhães, Fortuna II e Jacaré.

A Rede D’Or São Luiz informa que concluiu a aquisição de 52,34% do Hospital Cárdio Pulmonar, em Salvador (BA).

O Banco BMG (BMGB4) comunica que finalizou a operação de compra e venda de quotas da Raro Recrutamento em TI, a Raro Labs, por R$ 3,5 milhões.

Ser (SEER3) informa que adquiriu mais uma universidade de medicina, desta vez a Unifasb, da Bahia, por R$ 210 milhões.

Por fim, Hypera (HYPE3), Sanepar (SAPR4) e M. Dias Branco (MDIA3) informam proventos.

Veja mais notícias.

O que você verá neste artigo:

Prefeitura suspende atividades da VALE3 em Brumadinho

A prefeitura de Brumadinho suspendeu neste sábado (19), por meio de decreto, o alvará de funcionamento da mineradora Vale (VALE3) e de suas terceirizadas no município. A medida é válida por sete dias, ou até que sejam esclarecidos os fatos que vitimaram um operário terceirizado da empresa.

Rossi (RSID3) informa sobre dívidas

A Rossi (RSID3) informa que quitou 93%  do  saldo  atualizado  de  toda  a  dívida corporativa  contratada  junto  ao  Bradesco  que,  na  data  base  de  30  de  setembro  deste  ano,  era  de aproximadamente R$ 565 milhões.

A dívida da companhia há três anos com a instituição era de R$ 1 bilhão. A quitação se deu por alienação dos ativos garantidores desta dívida e sem desembolso efetivo de caixa.

PETR4 anuncia valores de resgate antecipado de bônus no exterior

A Petrobras (PETR3 PETR4) informa que sua subsidiária Petrobras Global Finance definiu o preço do resgate antecipado aos investidores dos títulos 3,750% Global Notes, 5,375% Global Notes e 8,375% Global Notes, com vencimento em 2021 e dos títulos 6,125% Global Notes e 5,875% Global Notes com vencimento em 2022.

O valor total do resgate equivale a aproximadamente US$ 2,1 bilhões, excluindo juros capitalizados e não pagos e  considerando  para  os  títulos  em  euros  a  taxa  de  câmbio  de  US$ 1,2257/€. O resgate será financiado com recursos próprios.

Petrobras Distribuidora (BRDT3) liquida dívida

A Petrobras Distribuidora (BRDT3) realizou a liquidação total de sua dívida de R$ 161,8 milhões referente ao parcelamento que a BR assumiu ao Novo Plano de Equacionamento de Déficit (PED).

Magazine Luiza (MGLU3) compra fintech Hub por R$ 290 mi

O Magazine Luiza (MGLU3) informou a aquisição de 100% da Hub Prepaid Participações e suas subsidiárias pelo valor de R$ 290 milhões.

A Hub Fintech, além de oferecer conta digital e cartão pré-pago aos seus clientes, é uma das maiores plataformas de Banking as a Service (BaaS) e líder no processamento de cartões pré-pago. Atende clientes de diversos segmentos como varejo, mobilidade, instituições financeiras e fintechs.

Embraer (EMBR3) entrega mais uma aeronave à FAB

A Embraer (EMBR3) entregou à Força Aérea Brasileira (FAB) o quarto avião de transporte multimissão C-390 Millennium, de um total de 28 unidades encomendadas pela FAB.

Eletrobras (ELET6) aprova renegociação de dívida

O Conselho de Administração da Eletrobras aceitou a renegociação de dívida  de sua distribuidora privada Amazonas Energia S/A, no montante total de R$ 4.033.855.

Ser (SEER3) adquire mais uma universidade de medicina

A Ser Educacional (SEER3) informa a aquisição da faculdade de medicina Unifasb, da Bahia, por R$ 210 milhões. Na semana passada, a empresa já havia adquirido outra universidade, a Unesc, também com foco nos cursos de medicina.

GOL (GOLL4) capta mais de R$ 1 bi em notes

A Gol (GOLL4) informou a captação de aproximadamente US$ 200 milhões (R$ 1,018 bilhão) em uma colocação privada de notes sênior (títulos de dívida) no exterior por meio da subsdiária Gol Finance.

A remuneração será de 8% ao ano com vencimento em 2026. O objetivo, segundo a Gol, é financiar o crescimento da companhia.

Enauta (ENAT3) assume participação da Barra Energia em Atlanta

A Enauta (ENAT3) informou que fechou acordo com a Barra Energia para assumir 100% de participação no Bloco BS-4, onde está localizado o Campo de Atlanta. Após a aprovação da ANP, a Barra Energia vai transferir US$43,9 milhões para a Enauta Energia, que buscará novos parceiros para desenvolver o Campo.

Rede D’Or (RDOR3) adquire hospital em Salvador

A Rede D’Or São Luiz informa que concluiu, por meio de sua afiliada Hospital Esperança S.A., a aquisição de 52,34% do Hospital Cárdio Pulmonar, localizado no município de Salvador, Estado da  Bahia. Com isso, passou a deter 100% da  participação societária do referido hospital.

Vale (VALE3) recebe licença para Capanema

A Vale (VALE) recebeu licenças para início da construção do Projeto Capanema, localizado nos municípios Santa Bárbara, Ouro Preto e Itabirito (MG) Brasil. O projeto consiste em investimentos na mina de Capanema para reativação das instalações e aquisições de novos equipamentos, implantação de transportador de correia de longa distância e adequações no pátio de estocagem e carregamento de Timbopeba, totalizando investimentos esperados com valor plurianual de US$ 495 milhões.

Light (LIGT3) faz concessões à Brasal

A Light (LIGT3), dando prosseguimento ao seu plano de desinvestimento, aprovou a concessão, por período de exclusividade, de sua participação de 51% na Guanhães Energia, e de 51% na Lightger  S.A., ambas para a Brasal  Energia.

A Guanhães opera as centrais hidrelétricas Senhora do Porto, Dores de Guanhães, Fortuna II e Jacaré. A concessão terá duração de 30 dias e visa a alienação da participação da Light da sociedade, pelo valor de R$ 96,4 milhões.

Já a Lightger opera a central hidrelétrica Paracambi e está sendo negociada por R$ 88,7 milhões.

Natura (NTCO3) compra crédito de carbono da Engie (EGIE3)

A Natura (NTCO3) fechou um acordo para compra de créditos de carbono da Engie Brasil Energia (EGIE3). A meta é compensar as emissões de gases de efeito estufa de 2019, informa  o Valor.

JSL (JSLG3) arremata dois terminais portuários

A CS Brasil, do grupo JSL (JSLG3), levou dois terminais portuários nos leilões de infraestrutura realizados na sexta-feira (18). A empresa deve movimentar granéis sólidos vegetais e minerais nas áreas. Somando os dois contratos, a empresa pagará R$ 62,5 milhões e fará investimentos de R$ 365 milhões, segundo o Valor.

Dasa (DASA3) faz três aquisições em 15 dias

O Valor destaca que, em um espaço de 15 dias, a Dasa (DASA3) anunciou três aquisições. Ela comprou o Grupo Exame, com 65 unidades no Rio Grande do Sul; o laboratório Instituto de Hematologia (Hemat), de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo; e o Hospital Leforte.

Cemig (CMIG4) informa sobre aditamento da Taesa

A Companhia Energética de Minas Gerais, Cemig, e a ISA Investimentos e Participações do Brasil S.A. assinaram o quarto aditamento ao Acordo de Acionistas da Taesa.

Renova tem recuperação judicial homologada

A Renova Energia S.A., controlada pela Cemig (CMIG4) e em recuperação judicial, informa foram homologados os Planos de Recuperação Judicial das sociedades que  compõem  o  Projeto  Alto  Sertão  III –Fase  A  e  da  Renova  Energia  S.A.  e  demais sociedades de seu grupo econômico.

M. Dias Branco (MDIA3) remunera

A M. Dias Branco (MDIA3) informa que vai creditar o valor bruto de R$ 155 milhões de reais, em juros sobre o capital próprio (JCP).

O valor bruto de JSCP por ação é de R$ 0,45722.

Dasa (DASA3): aquisição do Instituto de Hematologia

A Diagnósticos da América, Dasa (DASA3) comunicou nesta sexta (18) que concluiu a aquisição de 80% das quotas representativas do capital social total do Instituto de Hematologia de São José do Rio Preto (SP).

O valor da transação não foi revelado.

BMG (BMGB4): adquire 30% de empresa de tecnologia

O Banco BMG (BMGB4) comunica que finalizou a operação de compra e venda de quotas da Raro Recrutamento em TI, a Raro Labs. O preço de aquisição total é de aproximadamente R$ 3,5 milhões e será pago pela CBfácil em parcela única no dia 1º de fevereiro de 2021.

Com o fechamento da operação, corretora de seguros CBfácil, sociedade controlada pelo Bmg, passou a ser titular de quotas representativas de 30% do capital social da Raro Labs e de uma opção de compra para aumentar sua participação para 75%.

Petz (PETZ3): WP vende totalidade das ações

A WP XI Fundo de Investimento vendeu no dia 18 a totalidade das 20.479.430 de ações ordinárias que possuía na Petz (PETZ3) e deixou de ser acionista da companhia. O fundo possuía uma fatia de 5,49%.

Hypera (HYPE3) vai remunerar JCP no total de R$ 185,4 milhões

A Hypera (HYPE3) informa que aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP) de R$ 0,29285 por ação ordinária, com retenção de imposto de renda na fonte.

Esse valor equivale ao montante total bruto de R$ 185,4 milhões.

Sanepar (SAPR4): JCP de R$ 145,7 milhões

A Sanepar (SAPR4) aprovou o crédito, em 31 de dezembro de 2020, no montante bruto de R$ 145,7 milhões, referente a Juros sobre o Capital Próprio (JCP).

BR (BRDT3) quita dívida de acordo

A BR Distribuidora (BRDT3) informou que realizou na sexta (18) a liquidação total da dívida de R$ 161,8 milhões, referente ao parcelamento que a companhia assumiu ao Novo Plano de Equacionamento de Déficit (PED), em acordo com o fundo de pensão Petros.

Linx (LINX3): Morgan Stanley aumenta participação

A Linx (LINX3) comunicou que o Morgan Stanley atingiu participação correspondente a 7,1% do capital social da companhia.

No total, o Morgan Stanley detém 13.417.368 ações como consequência da recente aquisição de ações ordinárias da companhia em operações realizadas em bolsa de valores.

Oleoplan aposta em IPO para crescer no segmento de energias renováveis

Uma das maiores companhias de energia renovável da América Latina quer entrar na Bolsa de Valores. A Oleoplan, com raízes no Rio Grande do Sul, quer aproveitar a onda de descarbonização no país para impulsionar seu negócio, focado principalmente no processamento de soja e produção de biodiesel.

Com mais de 40 anos de história, o grupo Oleoplan pretende abrir capital para adquirir empresas, construir novas indústrias, plantas e acumular capital de giro para suas operações.

Com IPO, Grupo Uni.co, dono da Imaginarium, quer expandir número de lojas

Dono das marcas Imaginarium, Puket e MinD, o Grupo Uni.co S.A. se define como uma “plataforma única de varejo especializado em marcas fortes”. Com pedido de IPO (Oferta Pública Inicial) em análise a empresa pretende investir em tecnologia, omnichanel e reforçar o capital de giro.

“Acreditamos ser uma das maiores plataformas de love brands (‘marcas amadas’) do Brasil considerando em conjunto sortimento, canais de venda, cobertura geográfica e oferta de produtos, despertando alegria e nos conectando emocionalmente com o público de espírito jovem e as novas gerações de consumidores”, diz a empresa.

BDR da Newmont (N1EM34): como investir

A americana Newmont Corporation é a maior empresa de mineração de ouro do mundo e completa, no próximo ano, um século de existência. A companhia é listada na New York Stock Exchange (Nyse), mas também pode ter seus papéis negociados a partir da bolsa brasileira. Isto graças aos Brazilian Depositary Receipts (BDRs), que espelham ações listadas no exterior. Na B3, os BDRs da Newmont são negociados sob o código N1EM34. E apresentam valorização de 44% no ano.

RDOR3, FLRY3, RADL3. Vale a pena investir no setor de saúde?

O setor de saúde é considerado sólido e com crescimento garantido pelas próximas décadas, graças ao envelhecimento da população brasileira. Na B3, ele pode ser dividido em três principais segmentos: planos de saúde, empresas de diagnósticos e hospitais, e indústria e varejo farmacêutico.

Confira quais empresas listadas na B3 integram cada um dos segmentos e quais fazem parte do Ibovespa, índice das ações mais negociadas da bolsa, e as perspectivas para o setor.