Radar traz BB (BBAS3), Smiles (SMLS3), Enauta (ENAT3) e Light (LIGT3)

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Foto: radar

No Radar Corporativo desta quarta-feira (7) destaque para esclarecimento por parte do BB (BBAS3) em relação à Elo, informando que não houve aprovação oficial sobre a operação, mas que o banco “avalia alternativas”.

Entre os IPOs, a Caixa Seguridade definiu a faixa de preços e pode levantar até R$ 5,7 bilhões com a oferta, reapresentada em 2 de março.

Já a LG Informática confirmou, em comunicado ao mercado, que decidiu pela interrupção de IPO por 60 dias em razão, segundo o texto, “das condições adversas do mercado”.

Não Perca! Começa hoje o evento que vai transformar sua visão sobre Fundos de Investimento Imobiliário

A Enauta (ENAT3) apresentou uma produção total no 1º trimestre de 2021 de 1,05 milhão de barris de óleo equivalente (boe), ou produção média diária de 11,7 mil boe, que representou queda de 32%.

Enquanto isso, a Santos Brasil (STBP3) projeta Ebitda de R$ 400 milhões a R$ 450 milhões este ano e e informou que concluiu negociações de serviços de operação portuária de contêineres, no Tecon Santos, com a Maersk.

Aliansce Sonae (ALSO3) informou que as operações no Shopping da Bahia foram retomadas nesta terça (6). Já no Boulevard Shopping Vila Velha, serão retomadas a partir do dia 07 de abril.

A Light Energia (LIGT3) liquidou saldo com a CCEE, referente à repactuação de GSF, com pagamento de R$ 1,3 bilhão; e ainda informou que o Conselho propôs grupamento de ações na proporção de 100 para 1.

Já a Smiles (SMLS3) anuncia pagamento de dividendos intermediários no total de R$ 500 milhões.

Além disso, a Hapvida (HAPV3) informou que estuda follow-on, mas que nenhuma decisão foi tomada pela companhia a esse respeito.

E, por fim, a Localiza (RENT3) aprovou a emissão de R$ 1,2 bilhão em debêntures.

Confira agora a íntegra do Radar Corporativo:

O que você verá neste artigo:

Cias Abertas 

BB (BBAS3) esclarece que não há aprovação formal sobre operação com a Elo

O Banco do Brasil (BBAS3) divulgou nota, nesta terça (6), afirmando que não houve aprovação oficial sobre a operação envolvendo a Elo. O texto esclarece questionamento da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e complementa que o banco avalia alternativas.

O comunicado do BB foi divulgado para esclarecer notícia veiculada no jornal O Estado de São Paulo, sob o título: “Elo comprará própria marca por R$ 400 milhões para IPO”.

Estudos iniciais

Estudos iniciais estão sendo feitos para avaliar a possibilidade de IPO, informava o BB.

Em resposta a ofício da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), o Bradesco, em agosto de 2020, afirmou que está em “conversas iniciais” com os demais acionistas a respeito de eventual operação envolvendo a Elo. Mas o banco diz que não há qualquer decisão concreta sobre o assunto.

Já o BB disse que estão sendo realizados estudos, ainda não conclusivos, sobre a participação societária.

Qualicorp (QUAL3) compra carteiras com 10 mil clientes de Unimeds RN e RJ

A Qualicorp (QUAL3) comprou carteira de planos privados de assistência à saúde contendo aproximadamente 7,9 mil vidas, no segmento coletivo por adesão e PME Estipulado, da Gestão ADM, localizadas em Natal, capital do Rio Grande do Norte, e atendidas pela Unimed Natal.

Comprou também de carteira contendo aproximadamente 2,3 mil vidas, no segmento coletivo por adesão, da Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Prestadora de Serviços de Barra Mansa (ACIAP), localizadas em Barra Mansa, no Rio de Janeiro, e atendidas pela Unimed de Barra Mansa.

Lavvi (LAVV3) esclarece notícia sobre projeto

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) mandou ofício à Lavvi (LAVV3) pedindo esclarecimentos sobre nota que saiu no jornal Valor Econômico, sob o título “Com estandes fechados, Lavvi adia lançamento de seu maior projeto”.

Nela, consta, “entre outras informações, que, ainda assim, a incorporadora está mantendo sua meta de lançamentos para 2021 de R$ 1,2 bilhão, com parte própria de 88%”.

“Primeiramente”, responde a Lavvi, “a companhia esclarece que as informações veiculadas na notícia foram inferidas de uma entrevista concedida pelos Diretores da Companhia ao jornal, na qual foram abordados alguns temas relacionados ao cenário do mercado imobiliário diante da pandemia e expectativa acerca dos próximos projetos da companhia”.

Bradesco (BBDC4) aprova aumento do capital

O Banco Bradesco (BBDC4) comunicou que o Banco Central aprovou o aumento de capital social da Companhia.

Dessa forma, com a alteração, o capital do Bradesco passa para R$ 83,1 bilhões.

Petrobras (PETR4): operação com plano de saúde seguiu normas de governança

A Petrobras (PETR3 PETR4) soltou um comunicado ao mercado nesta terça-feira (6) para esclarecer notícia veiculada na mídia, sobre a operação de transição do plano de saúde AMS para a Associação Petrobras de Saúde (APS). Segundo a empresa, tudo foi realizado “seguindo todas as normas de governança da companhia”.

“O novo modelo visa dar maior segurança empresarial com tecnologia e governança, por meio de uma gestão especializada em saúde suplementar, possibilitando a melhoria da qualidade dos serviços e do atendimento aos beneficiários, bem como a maior transparência na sua administração e eficiência de custos”, diz a Petrobras.

Enauta (ENAT3): produção total no 1º trimestre cai 32%

A Enauta (ENAT3) apresentou uma produção total no 1º trimestre de 2021 de 1,05 milhão de barris de óleo equivalente (boe), ou produção média diária de 11,7 mil boe. Este valor inclui gás e óleo.

Foi uma queda de 32% no 1TRI na produção total no primeiro trimestre. 

Santos Brasil (STBP3) projeta Ebitda de R$ 400 milhões a R$ 450 milhões este ano

A Santos Brasil (STBP3) divulgou em fato relevante as projeções operacionais e financeiras a serem acompanhadas no exercício de 2021 (Guidance 2021).

Dessa forma, para este ano, a Companhia estima um volume de movimentação de cais em um intervalo entre 1.200.000 a 1.300.000 de contêineres.

Já o Ebitda para 2021 foi projetado entre R$ 400 milhões a R$ 450 milhões, enquanto o Capex ficou em um intervalo entre R$ 250 milhões a R$ 300 milhões.

Santos Brasil (STBP3) fecha contrato de prestação de serviços de  operação portuária

A Santos Brasil (STBP3) informou que concluiu as negociações e celebrou novo acordo comercial para a prestação de serviços de operação portuária de contêineres, no Tecon Santos, com a Maersk.

Os termos e condições comerciais e operacionais ora pactuadas substituem o instrumento contratual expirado no dia 31 de março de 2021 e estabelecem novos preços de serviços e novo prazo de vigência, com duração entre 01 de abril de 2021 e 31 de março de 2023.

Aliansce Sonae (ALSO3) comunica reabertura de shopping centers

Aliansce Sonae (ALSO3) informou que as operações no Shopping da Bahia foram retomadas nesta terça (6). Já no Boulevard Shopping Vila Velha, serão retomadas a partir do dia 07 de abril.

A companhia declarou ainda que os Shoppings seguem rígido protocolo de reabertura e atendem as recomendações das autoridades locais. Considerando as reaberturas mencionadas acima, a partir de 07 de abril de 2021, onze shoppings do portfólio da Companhia estarão em operação.

Eldorado Brasil: Justiça mantém suspensão de efeitos de sentença arbitral a favor da Paper Excellence

A Eldorado Brasil informou que a Juíza de Direito da 2ª Vara Empresarial e de Conflitos Relacionados à Arbitragem da Comarca de São Paulo determinou que os atos referentes à liberação de garantias da J&F Investimentos S.A. e à transferência do controle acionário da Companhia não poderão ocorrer até reapreciação do tema em decisão de saneamento, após novas manifestações das Partes e apresentação de requerimentos de produção de prova.

Amazon (AMZO34) apoia aumento de impostos do plano de Biden

A Amazon (AMZO34) divulgou nesta terça (6) nota de apoio ao plano do governo de Joe Biden. Para bancar obras no total de US$ 2 trilhões no setor de infraestrutura, o plano prevê aumento de impostos de empresas.

O fundador e CEO da Amazon, Jeff Bezos, postou mensagem reforçando ser favorável ao plano de elevação de impostos corporativos proposto pelo governo Biden.

“Reconhecemos que esse investimento exigirá concessões de todos os lados – tanto nas especificações do que está incluído, quanto na forma como é pago. Apoiamos um aumento na taxa de imposto corporativo”, reforça Bezzos, no comunicado.

Light (LIGT3) informa liquidação da repactuação do risco hidrológico

A Light Energia (LIGT3) liquidou o saldo em aberto na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), referente à repactuação do risco hidrológico (GSF), mediante o pagamento no valor de R$ 1,3 bilhão.

Após a efetivação do pagamento, a Light continua com uma posição de caixa consolidado de R$ 2,7 bilhões.

Light propõe grupamento de ações

O Conselho de Administração da Light propôs grupamento de ações na proporção de 100 para 1.

O tema será votado em 29 de abril de 2021.

Boa Vista (BOAS3) inaugura centro de análise de dados

A Boa Vista (BOAS3) tirou do papel o principal objetivo que a levou à B3: deixar de ser um birô de crédito para se transformar numa empresa de inteligência de dados.

Para isso, a companhia inaugura nesta semana um centro de analítica, a partir do qual pretende desenvolver e vender soluções de apoio aos negócios dos clientes, segundo reportagem do Valor.

Fatiamento da Eletrobras (ELET6) ameaça privatização

Desde que o relator da MP da Eletrobrás (ELET6), deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), informou que apresentará uma proposta de fatiar a companhia para uma privatização direta, como alternativa à capitalização que a prepararia para a venda, vem se formando no governo a convicção de que o fatiamento pretendido é outro. As informações são do Estadão.

Estaria em jogo a possibilidade de recalibrar a divisão dos R$ 60 bilhões que a União espera receber dos novos acionistas, ao longo de 30 anos. Atualmente, de acordo com o projeto apresentado pelo executivo federal, em números redondos, a divisão é a seguinte: R$ 25 bilhões para a União, no ato; R$ 25 bi para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), em depósitos mensais ao longo de 30 anos, e R$ 10 bilhões para três fundos regionais do Norte (Amazônia Legal), Nordeste (bacia do São Francisco) e Sudeste (Furnas), pagos também em parcelas mensais, mas pelo período de dez anos.

Dasa (DASA3) levanta R$ 3,3 bilhões em oferta de ações

A Dasa (DASA3) levantou R$ 3,306 bilhões com o aumento de capital por meio de oferta de ações. O preço por cota saiu a R$ 58.

Foram emitidas 57.010.786 novas ações.

Assim, agora a empresa tem um capital social de R$ 15.633.331.579,53, dividido em 537.824.544 ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal.

IRB (IRBR3) comunica encerramento de fiscalização especial da Susep

A IRB Brasil (IRBR3) comunicou que a Superintendência de Seguros Privados, informou que o seu Conselho Diretor, em reunião extraordinária realizada em 6 de abril de 2021, decidiu, por  unanimidade, aprovar o encerramento  da fiscalização especial a qual IRB Brasil estava sujeito.

Em 18 de fevereiro de 2021, a Companhia havia informado que, com base nas demonstrações financeiras de 31 de dezembro de 2020, havia atingido o enquadramento regulatório referente aos índices de liquidez e cobertura de provisões técnicas.

A insuficiência de ativos garantidores das provisões técnicas, que gerou a referida fiscalização especial, havia sido informada ao mercado em 11 de maio de 2020, após a Companhia ser oficiada pela SUSEP.

B2W (BTOW3): subsidiária Super Now compra plataforma de food delivery

A B2W (BTOW3) comunicou que sua subsidiária Super Now Portal e Serviços de Internet, plataforma inovadora de e-commerce focada na categoria de supermercado no Brasil, firmou contrato para adquirir a sociedade Shipp do Brasil Tecnologia, plataforma mobile de food delivery e conveniência.

A pretendida aquisição está em linha com a estratégia da B2W de ser mais relevante no dia a dia dos clientes, oferecendo tudo, a toda hora e em qualquer lugar.

Jalles Machado (JALL3) inicia safra 2021/22

A Jalles Machado (JALL3) informa que iniciou em 6 de abril a safra  2021/22 em  suas  duas  unidades  industriais, a Unidade Jalles Machado (UJM) e a Unidade Otávio Lage (UOL).

Proventos

Smiles (SMLS3) anuncia pagamento de dividendos intermediários no total de R$ 500 milhões

A Smiles (SMLS3) comunicou o pagamento de dividendos intermediários no valor total de R$ 500 milhões, correspondentes a R$ 4,0270958 por ação ordinária de emissão da Companhia.

O pagamento será realizado em 16 de abril de 2021, em moeda corrente nacional, em uma única parcela.

Smiles (SMLS3) comunica alteração acionária

A Smiles (SMLS3) comunicou que recebeu correspondência da Goldman Sachs, na qualidade de gestora de fundos de investimentos, por meio da qual informou que as ações ordinárias sob sua gestão ultrapassaram participação superior a 5% do capital social da Smiles.

EcoRodovias (ECOR3) informa pagamento de dividendos

O Conselho de Administração da EcoRodovias (ECOR3) aprovou o pagamento de dividendos no valor de R$ 2 milhões, ou seja, R$ 0,002714756 por ação ordinária integrante do capital social da companhia.

Emissões e dívidas 

Hapvida (HAPV3) estuda follow-on

A Hapvida (HAPV3) esclareceu à CVM que estuda follow-on, mas que nenhuma decisão foi tomada pela companhia a esse respeito.

O comunicado foi publicado após notícia divulgada pelo site do Valor Econômico, sob o título “Hapvida prepara follow-on de R$ 3 bi”.

Diz a Hapvida: “A empresa comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que vem estudando a realização de eventuais captações de recursos a fim de financiar investimentos, novas aquisições e aquisições já divulgadas, assim como fortalecer sua posição de caixa.”

Equatorial (EQTL3) finaliza a emissão de R$ 800 mi em debêntures

A Equatorial (EQTL3) comunicou que concluiu a emissão de R$ 800 mi em debêntures da Equatorial Transmissão.

“A emissão foi estruturada em tranche única, ao custo de IPCA+4.91% ao ano e um prazo de 15 anos, com carência nos quatro primeiros”, informou a companhia.

Localiza (RENT3) aprova emissão de R$ 1,2 bilhão em debêntures

A Localiza (RENT3) aprovou a 17ª emissão de debêntures, no valor de R$ 1,2 bilhão.

Os recursos oriundos da captação serão destinados para a recomposição do caixa da Localiza.

Bahema (BAHI3) informa Admissão de Bônus de Subscrição à Negociação na B3

A Bahema (BAHI3) comunicou hoje que a B3 (B3SA3) deferiu o pedido de admissão à negociação dos Bônus de Subscrição emitidos pela companhia.

Cada Bônus de Subscrição confere ao seu titular o direito de subscrever e integralizar um ação ordinária da Bahema.

BMG (BMGB4) informa plano de recompra de ações

O Conselho de Administração do BMG (BMGB4) aprovou o cancelamento de 8.242.120 120 ações preferenciais da Companhia, sem redução do valor do capital social.

Dessa forma, as referidas ações foram adquiridas pelo BMG por meio do programa de recompra.

Em função do cancelamento, o capital social da Companhia, no valor inalterado de R$ 3.742.570.620,89, passará a ser dividido em 400.007.354 ações ordinárias e 183.225.057 ações preferenciais.

IPO

LG Informática suspende IPO

A LG Informática confirmou, em comunicado ao mercado, que decidiu pela interrupção de IPO por 60 dias em razão, segundo o texto, “das condições adversas do mercado”.

No último dia 15 de março, a fornecedora de softwares LG Informática (GENT3) havia definido a faixa indicativa de preço do seu IPO (Oferta Pública Inicial) entre R$ 15 e R$ 20.

A distribuição pública primária de ações seria de, inicialmente, 20.000.000 novas ações ordinárias.

Nesta segunda (5), a LG Eletronics informou que deixará de fabricar celulares. A decisão do fechamento da divisão global de produção de smartphones foi tomada pela sede da empresa, na Coreia do Sul.

“Desde o segundo semestre de 2015, o nosso negócio global de celulares tem sofrido uma perda operacional por 23 trimestres consecutivos, resultando em um acumulado de aproximadamente 4,1 bilhões de dólares (US) até o final de 2020”, destacou a LG em comunicado à imprensa.

Caixa Seguridade define faixa de preço e pode levantar até R$ 5,7 bilhões em IPO

A Caixa Seguridade definiu a faixa de preços de seu IPO (Oferta Pública Inicial) e pode levantar até R$ 5,7 bilhões com a oferta.

A holding de seguros da Caixa Econômica Federal definiu que a faixa de preços vai de R$ 9,33 a R$ 12,67 por ação.

A empresa havia reapresentado pedido de IPO em 2 de março deste ano.

Investidor pede desconto para entrar em IPO

Os IPOs marcados para abril começaram com os investidores utilizando seu poder de barganhar preços, em função do cenário doméstico ainda de muitas incertezas.

Duas empresas chegaram ontem ao momento de definir o valor da operação. No entanto, a LG Informática preferiu suspender o IPO. Já a Dasa aceitou conceder um desconto no preço e concluiu a operação.

Mudança Acionária 

EDP (ENBR3): alteração acionária

A EDP (ENBR3) informou que a 3G Radar Gestora de Recursos reduziu posição para 29.714.235 ações ordinárias.

Esse montante representa 4,90% do total de ações ordinárias da companhia.

(Com Marco Antonio Lopes, Claudia Zucare, Rodrigo Petry e Redação)