Qualicorp (QUAL3): postergação de reajuste foi positivo, diz CEO

Osni Alves
Jornalista desde 2007. Passou por redações e empresas de comunicação em SC, RJ e MG. E-mail: oalvesj@gmail.com.
1

A Qualicorp (QUAL3) foi beneficiada pela pandemia do novo coronavírus, bem como pela postergação de reajuste de tarifas de planos de saúde.

O primeiro fez com que as famílias contratassem ou mantivessem planos privados. Já o segundo assegurou a permanência de beneficiários que cogitavam cancelar.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Com isso, o lucro líquido da companhia no segundo trimestre de 2020 apresentou alta de 21,5% em relação a igual período do ano anterior.

“Com a pandemia, o que a gente tem percebido é a necessidade de as famílias manterem os planos de saúde. Então, essa combinação de pandemia com postergação de reajuste a gente acha que ajudou bastante a segurar a inadimplência e a manter a demanda assim no curto prazo”, disse o presidente da companhia, Bruno Blatt.

Blatt e os demais executivos da Qualicorp conversaram com analistas na web conferência para comentar os resultados do segundo trimestre de 2020 na manhã desta quarta-feira (26).

Qualicorp (QUAL3): postergação de tarifas no balanço e parceria com Notre Dame

QUAL3: inadimplência e Notre Dame

De acordo com Blatt, a inadimplência da companhia está bastante controlada.

Essa estabilidade nos negócios fez a empresa fechar parceria com o Grupo Notre Dame (GNDI3).

“Consiste em ampliar nosso acesso, bem como nossas ofertas. As vendas começaram agora, mas já estão disponíveis nos canais da Qualicorp”, destacou, em referência à Notre Dame.

O objetivo maior, segundo Blatt, é levar a Qualicorp à primeira posição no atendimento às PMEs (Pequenas e Micro Empresas).

“Vamos buscar aumento de marketshare dentro do segmento de PME”, elencou.

Com isso, a Qualicorp promove uma “profunda remodelação na remuneração”, disse.

Entretanto, não há flexibilização de taxa no negócio entre Qualicorp e Notre Dame. “O que a gente vem estudando é estratégia comercial em nossos canais de retenção”, frisou.

E complementou: “não temos nenhum risco atuarial nesse contrato. O que temos é que nossa comissão poderá variar, mas não teremos nenhum risco não controlado.”

A Qualicorp tem 1,2 milhão de clientes e mais de cinco mil corretores.

QUAL3: Churn

De acordo com os executivos da companhia, não dá para controlar a variável macroeconômica, a exemplo da Covid-19.

“Essa variável macro corresponde a 80% do nosso churn”, disseram.

Trata-se da taxa de rotatividade, ou o número de indivíduos ou itens saindo de um grupo coletivo durante um período específico.

É um dos dois principais fatores que determinam o nível de estado estacionário dos clientes que uma empresa oferecerá suporte.

“Trabalhamos com mais de 500 entidades de classe. Precisamos entender necessidades, características e tickets”, disseram.

E completaram: “isso causa impacto na fidelização e, consequentemente, no crescimento de nossa participação naquele mercado.”

QUAL3: resultados

A Qualicorp (QUAL3) reportou lucro líquido de R$ 126,7 milhões no segundo trimestre de 2020, alta de 21,5% frente igual período do ano anterior, quando marcou R$ 104,3 milhões.

Entretanto, no acumulado do semestre a empresa alcançou R$ 195,2 milhões em lucro líquido, queda de 3% na comparação com igual período de 2019.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado somou R$ 233,5 milhões no segundo trimestre de 2020 contra os R$ 238 milhões de 2019.

A margem Ebitda alcançou 48,3% ante uma margem de 47,8% de um ano antes.

O balanço foi divulgado nesta quarta-feira (26).

QUAL3: receita líquida

Conforme o balanço, houve queda na receita líquida em 2,8%, passando de R$ 497,5 milhões no segundo trimestre de 2019 para R$ 483,7 milhões em igual período de 2020.

Para o primeiro semestre de 2020, o valor acumulado em receita foi de R$ 986,3 milhões, 2,3% maior que o mesmo período do ano passado.

Já o resultado financeiro líquido da companhia foi negativo em R$ 18,6 milhões. Em igual período do ano passado, o resultado foi negativo em R$ 5,8 milhões.

QUAL3: endividamento

Segundo o balanço, a companhia encerrou o segundo trimestre de 2020 com geração de caixa livre de R$ 214,3 milhões. No acumulado do ano, registrou R$ 369,2 milhões.

A posição de dívida líquida ao final do segundo trimestre de 2020 era de R$ 594,8 milhões, número 28 vezes maior que a dívida no segundo trimestre de 2019, com R$ 20,8 milhões.

Veja QUAL3 versus Ibov em seis meses:

Fonte: tradingview.