Qualicorp (QUAL3) venderá operadora de planos privados a fundador

Joana Kurtz
null

Crédito: Imagem de <a href="https://pixabay.com/pt/users/3844328-3844328/?utm_source=link-attribution&utm_medium=referral&utm_campaign=image&utm_content=1863880">Lorenzo Cafaro</a> por <a href="https://pixabay.com/pt/?utm_source=link-attribution&utm_medium=referral&utm_campaign=image&utm_content=1863880">Pixabay</a>

A Qualicorp chegou a um acordo com seu fundador, José Seripieri Filho, para venda de sua controlada QSaúde, operadora de planos privados de saúde, por R$ 51 milhões. As ações reagem positivamente. Por volta das 11h, o avanço era de 3,17%, a R$ 43,28.

O preço de venda será corrigido pelo CDI dos custos, despesas e dispêndios verificados até a data de fechamento para o custeio das atividades da QSaúde.

O negócio tem duas implicações principais. Primeiro, a Qualicorp encerrará seu projeto de desenvolvimento do segmento de planos privados e ficará focada nos segmentos coletivo por adesão e coletivo empresarial. Além disso, seguirá trabalhando na prestação de outros serviços correlatos em saúde, incluindo consultoria de gestão de benefícios em saúde, serviços de administração terceirizada (TPA) e de tecnologia de informação aplicada à assistência em saúde.

Segundo, haverá alteração da obrigação de não competição e não aliciamento prevista em contrato celebrado entre Seripieri e Qualicorp em 28 de setembro, para permitir ao fundador e atual acionista da empresa a atuação no segmento de planos privados.

Contudo, será mantida a obrigação de não competição para as atividades de administradora de benefícios, corretora de seguros e demais atividades desempenhadas pela companhia.

Em contrapartida às obrigações assumidas no contrato de não competição, a Qualicorp havia pagado anteriormente ao acionista o valor total líquido de impostos de R$ 150 milhões, a título de indenização, à vista.

Prezando pela governança corporativa, a Qualicorp contratou os assessores financeiros Rothschild & Co, para o trabalho de avaliação econômico-financeira independente da QSaúde, e Vinci Partners, para realização e organização de processo competitivo para busca de potenciais terceiros interessados na aquisição da QSaúde.

Já há alguns meses, Seripieri não é mais presidente da Qualicorp. Em novembro do ano passado, Bruno Ferreira Blatt foi anunciado como seu substituto.

Contexto do negócio

Em 2018, o acordo de não competição entre Seripieri e Qualicorp envolvendo os R$ 150 milhões já pagos pressionou as ações da empresa na bolsa de valores. Os papéis chegaram a cair cerca de 30%.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Para reduzir a insegurança dos investidores com a governança corporativa que o evento gerou, Seripieri se comprometeu a reinvestir o montante na companhia.

Na época, a empresa informou que operações envolvendo a companhia e o seu fundador, justamente como a que foi anunciada hoje, seriam submetidas à aprovação de assembleia geral de acionistas.

Além disso, em meados do ano passado, Seripieri concordou em vender uma fatia de 10% de sua participação acionária para a Rede D’Or São Luiz, outra notícia que animou os investidores.

Com a insegurança quanto à governança corporativa causada pelos eventos relacionados a Seripieri direcionada, no ano passado, o papel subiu cerca de 240%.