Descubra qual é a perspectiva do dólar para 2020 e o que pode alterá-la

Paulo Filipe de Souza
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação

Há poucos anos, fazer a conversão dólar-real era a multiplicação da moeda americana por dois. Em 2019, a principal moeda do mundo já bateu a máxima histórica de R$4,19. Mas, para próximo ano, o dólar deve ficar abaixo do valor que a moeda registrou em 2019.

O Relatório de Mercado Focus, um dos mais importantes guias do mercado financeiro brasileiro, projeta o valor de R$4,00 para a moeda americana. A expectativa do Relatório Focus segue a mesma que a última projeção.

Mas inúmeros acontecimentos no Brasil têm feito o nível da moeda subir. O cenário econômico e político brasileiro contribui para a valorização da moeda. Mas o quadro do país não é o único que interfere na moeda.

Sobe e desce do Dólar

O valor do dólar varia todos os dias – dezenas de vezes em um único dia. Essa mudança no câmbio acontece por causa da oferta e procura. Em resumo, essa é a lei que explica a mudança de câmbio.

Ou seja, quanto mais dólar circula no Brasil, mais barato e menor o câmbio da moeda. Mas para isso acontecer é preciso que o cenário de ganhos no Brasil esteja melhor que o cenário de outros países.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Por exemplo, quanto mais as empresas brasileiras vendem produtos para outros países, mais dólares circulam. Quando as empresas importam demais, maior a procura de dólar. Por isso, a balança de exportação e importação é tão importante. Se as exportações vão bem, menor será o câmbio do dólar.

Outra forma de aumentar a circulação da moeda na economia brasileira é com investimento internacional. Mas as pressões do cenário político dos países vizinhos interfere na imagem latina-americana. Essa desconfiando do mercado afasta os investidores.

É importante lembrar políticas vindas de vizinhos latino-americanos e pela incerteza comercial no exterior. Os protestos no Chile, renúncia de Evo Morales na Bolívia e os escândalos na família Bolsonaro ajudam a afastar possíveis investidores.

LEIA MAIS

Money Week: conheça o maior evento online de investimentos do Brasil

Dados econômicos fracos e tensão nas negociações comerciais derrubam bolsas

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.