Projeto de teto para juros do cartão é adiado; ações sobem

Osni Alves
Jornalista | osni.alves@euqueroinvestir.com
1

Crédito: Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC) realiza audiência interativa para debater a crise hídrica na região do Vale do São Francisco, com a participação dos presidentes da ANA, Chesf, Codevasf e ONS. À mesa, presidente eventual da CMMC, senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE). Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) disse que a votação para teto dos juros do cartão ocorrerá somente na próxima semana.

A informação fez as ações dos bancos subirem nesta segunda-feira (18). Isso porque a votação estava prevista para esta semana e o mercado se mantinha apreensivo.

O referido projeto trata também de limite de teto para os juros do cheque especial. A afirmação de Bezerra era extraoficial até metade da tarde, quando foi confirmada pela agenda oficial do Senado.

Até então, o senador se baseava em afirmativa do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que, segundo ele, avisou em reunião de líderes nesta segunda que não pautaria o projeto.

Após a informação vir a público, pela manhã, as ações do Banco do Brasil (BBAS3) subiram 2,94%, a R$ 26,92. Já o Bradesco ON (BBDC3) subiu 2,97%, a R$ 16,28), e o Bradesco PN (BBDC4) subiu 4,03%, a R$ 17,80.

Já o BTG (BPAC11) subiu 4,33%, a R$ 39,01, o Itaú (ITUB4) subiu 3,79%, a R$ 22,45, e o Santander (SANB11) subiu 5,40%, a R$ 24,20.