Projeção do PIB deve cair mais nos próximos Focus, diz assessor EQI

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

O Banco Central do Brasil divulgou nesta segunda-feira (13) o Boletim Focus, com a estimativa do mercado financeiro para a economia brasileira em 2020.

O dado mais relevante é sobre o Produto Interno Bruto (PIB), que, pela avaliação das instituições financeiras consultadas na pesquisa, deve ser de -1,96%. Há uma semana, a projeção era de -1,18%. E há um mês, no início das paralisações decorrentes da pandemia de coronavírus, era de crescimento de 1,68.

“A piora na projeção do PIB é bem forte. E esses dados podem vir ainda piores na semana que vem”, avalia Paulo Filpe de Souza, assessor de investimentos da Eu Quero Investir.

“A grande questão para o investidor é acompanhar o quanto a parada da economia vai impactar na produção”, avalia Souza. “O Banco Mundial espera que o PIB brasileiros caia em torno de 5% no ano”, explica.

Leia também: Pela nona semana, mercado reduz PIB; queda deve atingir 1,96% este ano

Banco Mundial prevê queda de 5% no PIB

No domingo, o Banco Mundial divulgou o relatório “A economia nos tempos da Covid-19”. No estudo, a instituição projeta uma retração de 5% no PIB do Brasil em 2020. Já para 2021, a expectativa é de crescimento de 1,5%. E, em 2022, 2,3%.

Ainda de acordo com o documento, o PIB da América Latina e do Caribe deve encolher 4,6% como um todo no ano, excluindo apenas Venezuela do cálculo. “Os governos da América Latina e do Caribe enfrentam um enorme desafio. De proteger vidas e, ao mesmo tempo, limitar o impacto das consequências econômicas”. Esta é a opinião do economista-chefe do Banco Mundial para América Latina e Caribe, Martín Rama.

Dólar também demonstra insegurança do investidor

Paulo Filipe de Souza avalia que o Focus desta segunda também revela insegurança na economia por conta do dólar. A projeção é de R$ 4,60, ante R$ 4,50 da semana passada.

“O dólar mais alto demonstra receio do investidor estrangeiro de trazer dinheiro para o Brasil, por conta desse cenário de incertezas quanto ao coronavírus”, diz.

Entenda o Boletim Focus

O Boletim Focus é divulgado toda segunda-feira pelo Banco Central do Brasil. E contém as projeção para PIB, inflação, câmbio e taxa básica de juros.

O relatório é elaborado pelo Departamento de Relacionamento com Investidores e Estudos Especiais (Gerin). E apresenta resultados da pesquisa de expectativas de mercado, um levantamento diário das previsões de cerca de 120 bancos, gestores de recursos e demais instituições do mercado financeiro.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Focus