Profissionais brasileiros de TI se mudam para exterior buscando mais qualidade de vida

Jéssica De Paula Alves
null

Crédito: Freepik

Serviços públicos de qualidade, segurança e polos de tecnologia de ponta são atrativos para que profissionais de Tecnologia da Informação (TI) troquem o Brasil por países como EUA, Suécia e Alemanha. De acordo com reportagem do site Correio do Povo, a escolha tem sido feita por jovens profissionais desde 2014, que sem sempre consideram somente o  salário em moeda estrangeira.

Na matéria, números apontam que vistos para brasileiros trabalharem em TI passou de 15, em 2014, para 126 neste ano. A Alemanha concedeu 2.851 vistos de trabalho a brasileiros em 2018, ante 904 em 2014.

Uma pesquisa do Boston Consulting Group,afirma que os EUA ainda são o destino preferido de brasileiros que trabalham com TI. De 131 profissionais ouvidos pela consultoria aqui, 63% afirmaram estar dispostos a se mudar para o país. Canadá, Portugal e Alemanha aparecem em seguida.

Todavia, países europeus podem oferecer mais facilidades, como visto de trabalho para o cônjuge. Assim, essas empresas estrangeiras atraem brasileiros com passagens, casa e ajuda com visto.

TI brasileiro

“Nunca tinha pensado na Polônia. Mas a empresa me encontrou  descobri que, enquanto a Alemanha concentra mais startups, a Polônia tem empresas mais robustas. Isso me deu segurança para mudar. Quando cheguei aqui, tinha como saber quem eram quase todos os brasileiros. Agora, não dá mais. O grupo no WhatsApp de brasileiros de TI em Cracóvia tem 207 pessoas”, disse o  engenheiro de software Lucas Albuquerque, de 27 anos, que vive na Polônia há dois anos.

A pesquisa apontou ainda que os altos índices de violência, a falta de serviços públicos de qualidade e a dificuldade para desenvolver tecnologias de ponta estão entre os fatores que têm levado os brasileiros de TI a deixar o País.

Na Suécia, por exemplo, o número de vistos concedidos para brasileiros passou de 15 em 2014 para 126 no acumulado deste ano. Do total dos novos vistos em 2014, 19% eram para profissionais de TI. Hoje, esse número chega a 36%.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Um dos destinos mais procurados, a Alemanha deu 2.851 vistos de trabalho para brasileiros no ano passado. Em 2014 foram 904. A embaixada alemã no Brasil não segmenta esse dado por área, mas calcula que, em 2018, 1,5 mil brasileiros trabalhavam com ciência e tecnologia no país.

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.