Privalia confirma acordo com BTG (BPAC11) por IPO

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A Privalia confirmou nesta terça-feira (6), que fechou acordo com o BTG Pactual (BPAC11), visando seu IPO.

A informação havia sido divulgada pelo jornal Valor Econômico. Pelos termos do acordo, o banco de investimentos fica comprometido a subscrever uma participação de 5% no capital, quando ocorrer a operação.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

Esse percentual virá do controlador atual, a Vepee. Ainda não há data para a realização da oferta.

Enauta (ENAT3) divulga produção de junho

A Enauta (ENAT3) divulgou nesta terça-feira (6) a sua produção petrolífera em junho. A companhia atingiu produção total de 568,1 mil barris de óleo equivalente (boe).

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

Esse volume corresponde a uma produção diária de 18,9 mil boe, em média. Essa produção total inclui tanto petróleo quanto gás natural.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Petrobras (PETR3 PETR4) encerra participação na BR (BRDT3)

A Petrobras (PETR3 PETR4) confirmou nesta terça-feira (6), o encerramento de participação na antiga subsidiária BR Distribuidora (BRDT3). Em informativo ao mercado, a empresa confirmou que vendeu sua participação remanescente, de 37,5%.

Com isso, a empresa levantou um montante total de R$ 11,358 bilhões. De acordo com a companhia de petróleo, essa operação corresponde a estratégia da empresa em alocar investimentos.

Com essa venda, os recursos agora passam a ser intensificados na exploração de campos em águas profundas e ultra profundas. Além das atividades de refino de classe mundial.

A exploração em águas profundas e ultra profundas, de acordo com a companhia, foi objeto de foco por conta da expertise obtida pela empresa.

Kepler Weber (KEPL3) reduzirá capital

A Kepler Weber (KEPL3) fará, em 5 de agosto, reunião do conselho de administração para reduzir seu capital social. Para tanto, será feita a restituição aos acionistas de R$ 278,5 milhões, sem cancelamento de ações.

De acordo com a empresa, essa operação será feita porque o capital social é considerado excessivo com relação ao objeto social. Para isto, será feita a reformulação do estatuto da empresa considerando o novo capital social.

Após isto, o capital da companhia passará a ser de R$ 141,1 milhões.

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.