Privalia, Infracommerce e Bionexo adiam IPO; Equatorial (EQTL3) informa sobre concorrência internacional

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

O e-commerce de moda Privalia decidiu que irá adiar seu IPO (Oferta Pública Inicial).

Segundo reportagem do Brazil Journal, a empresa ainda vai manter o registro de companhia aberta na espera por um ambiente melhor no Brasil para conseguir o preço certo da oferta.

Gestores que participaram do processo afirmam que a companhia testou o mercado com um valuation de R$ 3 bi. Cerca de 80% da oferta seria secundária. Assim, ocorreria a saída do grupo francês Veepee, que controla a Privalia desde 2016 e tem 98,3% da operação brasileira.

Análises e Resumos do mercado financeiro com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

Desta forma, o IPO tornará a Privalia uma corporation, com o management detendo 8% da companhia depois de cinco anos.

A Privália diz ser o maior outlet do Brasil. A companhia é uma plataforma de comércio eletrônico focada em flash sales, um modelo baseado em um ecossistema que conecta marcas renomadas a consumidores engajados, através de descontos e de uma experiência de compra única. Fundada em Barcelona em 2006, a Privalia começou suas operações no Brasil em 2008, com ofertas no segmento fashion.

Infracommerce e Bionexo também adiam IPO

A Infracommerce também suspendeu seu processo de abertura de capital, que ocorreria na quinta-feira (29). Conforme comunicado, a empresa pediu adiamento “em razão da atual conjuntura do mercado financeiro”.

A Bionexo foi outra a adiar os planos, alegando que os investidores estrangeiros estão fora do mercado atualmente, conforme notícia do Brazil Journal. Ela pretendia levantar R$ 500 milhões na oferta primária e pelo menos R$ 300 milhões numa secundária.

Equatorial (EQTL3) informa sobre concorrência internacional

A Equatorial (EQTL3) informou que a controlada da companhia, Equatorial Participações e Investimentos II S.A., na qualidade de líder do Consórcio Redentor, entregou, em 27 de abril de 2021, Proposta Comercial relativa à Concorrência Internacional Nº 01/2020, promovida pelo Estado do Rio de Janeiro, para a Concessão da Prestação Regionalizada dos Serviços Públicos de Fornecimento de Água e Esgotamento Sanitário e dos Serviços Complementares dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro.

De acordo com o cronograma do edital, a divulgação do resultado da concorrência ocorrerá no dia 30 de abril de 2021.

A companhia manterá o mercado informado a respeito de quaisquer desdobramentos relevantes sobre o assunto.