Prisão de gestores derruba fundo GGR Covepi

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/iStock Photos

As cotas do fundo imobiliário GGR Covepi (GGRC11) registraram queda de quase 6% (-5,97%) nesta segunda-feira (25 de novembro), após notícia apontando a prisão dos principais executivos de sua gestora, a Supernova Capital.

A máxima do dia foi R$ 135 e a mínima, R$ 128. No último fechamento, o valor era de R$ 140,49.

Os irmãos Tiago e Lucas Schietti, respectivamente diretor executivo e diretor financeiro da Supernova Capital, foram presos esta manhã, em decorrência de uma operação, batizada de Máfia das Falências, realizada pelos Ministérios Públicos de Goiás e Paraná. Eles investigam irregularidades em processos de recuperações judiciais.

O MP do Paraná informou em nota que o grupo teria realizado fraudes em recuperações judiciais e falências, “buscando apropriação, desvio e ocultação de bens para prejudicar credores”. Também teria sonegado e omitido informações para induzir o Judiciário a erro.

De acordo com o portal “Tlon”, especializado em finanças, foi a publicação de um fato relevante no domingo à noite que gerou o alerta ao mercado. O administrador do fundo GGR Covepi, CM Capital, informou que alguns dos sócios da gestora Supernova Capital estavam envolvidos em investigação que corre em segredo de justiça e que, em decorrência desta investigação, foram expedidos mandados de prisão.

Versão da Supernova sobre o GGR Covepi 
Segundo a Supernova, os fatos não dizem respeito às atividades da gestora ou ao fundo GGR Covepi. “As atividades permanecem normalmente, em pleno funcionamento, sem qualquer tipo de interrupção na sua rotina operacional, sendo que os sócios não participam da equipe de gestão dos fundos”, afirmou em nota.

Versão da administradora sobre o GGR Covepi
A CM Capital Markets, que administra o fundo GGR Covepi, alega que a investigação corre em segredo de justiça, mas que, do que se tem conhecimento até momento, não há relação entre a investigação e os fundos geridos pela Supernova.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Entenda como funcionam os fundos imobiliários.