“Prévia” do PIB surpreende e sobe 2,92% em 5 anos

Betina Moura
Betina Moura, gaúcha, formada em Marketing pela Universidade do Vale do Itajaí-SC, adoradora do marketing digital, tecnologia, comunicação, boas músicas e esportes.Na Equipe EuQueroInvestir é responsável pela diagramação dos artigos, designers, redação de notícias e inboud marketing.Contato: betina.moura@euqueroinvestir.com

Como divulgado em matéria aqui no nosso portal na sexta-feira semana passada, o ministro da Fazenda Henrique Meirelles e o secretário de Política Econômica, Fabio Kanczuk afirmaram um aumento na perspectiva de crescimento do PIB, o produto interno bruto para 2018 de até 3%.

Parece que a previsão anunciada no dia (14) pelo ministro e secretário estão no caminho para se tornarem reais.

[box type=”info” align=”aligncenter” class=”” width=””]
Vale ressaltar que o indicador é conhecido no mercado como uma “prévia do PIB”, antecipando de alguma maneira os números que serão posteriormente apresentados pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas.
[/box]

Hoje o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), espécie de sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB), teve crescimento de 2,92% em outubro em comparação com mesmo mês do ano anterior segundo autoridade monetária brasileira nessa segunda-feira (18).
crescimento-pib
Foi o melhor desempenho do indicador desde fevereiro de 2014, e o maior para o mesmo mês desde 2012.

Em comparação com o mês de setembro, após ajuste sazonal, o IBC-Br apresentou alta de 0,29%, em seu segundo mês seguido de alta.

Segundo o BC, o indicador acumula alta de 0,75% nos dez primeiros meses deste ano, sem ajuste sazonal, e 0,85% com ajuste.

No acumulado de 12 meses até outubro o IBC-Br registra crescimento de 0,21% sem ajuste e de 0,26% com ajuste.

Vale ressaltar que o indicador é conhecido no mercado como uma “prévia do PIB”, antecipando de alguma maneira os números que serão posteriormente apresentados pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas.

O que fazer agora

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada. É preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Nossa equipe pode te ajudar a avaliar seu perfil de investidor.

O primeiro passo é uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um especialista no mercado de Investimentos.

É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil de investidor e bater com sua atual carteira de investimentos.