Presidente da Palestina irá à ONU pedir providências contra plano de Trump

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: Mohamad Torokman / Reuters

Mahmoud Abbas, presidente da Palestina, prometeu ir até a ONU (Organização das Nações Unidas) para que o Plano de Paz proposto por Donald Trump e apoiado por Israel não seja colocado em prática no Oriente Médio.

De acordo com a Reuters, Abbas falará ao Conselho de Segurança do Órgão dentro das próximas duas semanas.

A informação foi passada por Riyad Mansour, embaixador da Palestina na ONU, na última quarta-feira (29).

Conheça planilha que irá te ajudar em análises para escolha do melhor Fundo Imobiliário em 2021

“Faremos o melhor possível com nossos amigos para conseguir a resolução preliminar mais forte possível e para receber a votação mais forte e a maior possível a favor da resolução”, comentou Mansour.

Moncef Baati, embaixador da Tunísia, também deixou clara sua posição contrária ao presidente norte-americano.

“É claro que gostaríamos de ver uma oposição ampla e forte contra esse plano de Trump”, cravou Baati, afirmando ainda que Abbas utilizaria sua visita à sede da ONU em Nova York para “colocar diante da comunidade internacional inteira a reação do povo palestino e da liderança palestina contra essa investida contra os direitos nacionais do povo palestino pelo governo Trump”.