Presidente Bolsonaro diz que taxa básica de juros deve chegar a 4,5% ao ano

Luiza Carvalho Lemos Branco
null

Crédito: Ueslei Marcelino/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta segunda (2) que a taxa básica de juros, a Selic, deve cair de 5% para 4,5% ao ano. A fala foi feita em evento da Caixa para a Pessoa com Deficiência no Palácio do Planalto.

“O pessoal reduziu a taxa de juros na canetada. Hoje, sem canetada, está em 5%. Deve chegar a 4,5%”, disse Bolsonaro em referência ao governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

O presidente também elogiou a gestão de Pedro Guimarães na presidência da Caixa. Disse que o banco aumentará o lucro a partir da redução dos juros, alegando que “com essa decisão do Pedro de diminuir taxas, o seu banco cada vez mais ganha clientes, diminui a inadimplência e obviamente aumenta o lucro”.

De acordo com Jair Bolsonaro, a medida obriga outros bancos a seguirem o “exemplo de administração” de Pedro Guimarães, sob o risco de “perder mais do que clientes; perder lucro, que na ponta da linha é o que as instituições financeiras quase sempre apontam”.

O presidente também comentou sobre o aumento da taxa sobre o alumínio e o aço brasileiros pelos EUA, segundo Bolsonaro, ele não vê como “retaliação, vou conversar com ele [Trump] para ver se não nos penaliza com a taxa. A nossa economia basicamente vem dos commodities. Espero que tenha o entendimento dele de que não nos penalize no tocante a isso e tenho quase certeza de que ele vai nos atender”,