Premier japonês pede “esforços diplomáticos” para reduzir as tensões na região do Oriente Médio

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: Reprodução/Facebook

Shinzo Abe, primeiro-ministro japonês, fez um apelo nesta segunda-feira (13), durante uma visita diplomática à Arábia Saudita.

O premier pediu que todos os países envolvidos no conflito do Oriente Médio façam “esforços diplomáticos” para reduzir as tensões na região.

“Qualquer confrontação militar na região que inclua um país como o Irã terá um impacto não apenas na paz e na estabilidade regional, como na paz e na estabilidade do mundo inteiro”, raciocinou.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

No encontro desta segunda, Abe e o príncipe Salman concordaram em trabalhar conjuntamente para garantir a segurança marítima da região, além de tratar da decisão de Tóquio de enviar um destróier para o Oriente Médio, para atividades de Inteligência, assim como dois aviões de patrulha P-3C.

O Japão negou participar, no entanto, de uma eventual coalizão dirigida pelos Estados Unidos na região, pois, apesar de ser aliado dos norte-americanos, o país quer manter a boa relação que tem também com o Irã.