PPSA informa ter arrecadado R$ 627,8 milhões para a União em 2020

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: Foto: Wikimedia Commons

A Pré-Sal Petróleo (PPSA) informou nesta terça-feira (12) que arrecadou para a União no ano passado R$ 627,8 milhões.

De acordo com a companhia, foram 33,5% a mais que em 2019 e 119% em comparação a 2018. 

Além disso, também foram arrecadados R$ 76,4 milhões por meio de um Acordo de Equalização de Gastos e Volumes. O acordo foi assinado entre a PPSA e a Petrobras, em junho de 2020.

Montante total da arrecadação para o governo

O montante total da arrecadação para o governo foi de R$ 704,2 milhões, conforme anunciado pela PPSA.

Durante o ano passado, foram comercializados 2,8 milhões de barris de petróleo da área de desenvolvimento de Mero e do campo de Entorno de Sapinhoá, que operam em regime de partilha de produção.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Há, ainda, 37,7 milhões de metros cúbicos de gás dos campos de Entorno de Sapinhoá, Tartaruga Verde Sudoeste e Tupi.

De acordo com a PPSA, desde 2018, já foram arrecadados aproximadamente R$ 2,68 bilhões para a União.

Do valor, R$ 1,38 bilhão foram destinados à atividade de comercialização do petróleo e gás.

O restante, R$ 1,3 bilhão, foram utilizados com equalizações de gastos e volumes realizadas pela companhia em áreas onde a União tem participação nos Acordos de Individualização da Produção.

ANP afirma que produção de petróleo crescerá 23% até 2025

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) anunciou nesta terça-feira (12) que prevê um crescimento gradual da produção nos próximos anos, alcançando a marca em 2025 de 571,5 mil m³/dia (3,6 milhões de barris por dia) de petróleo e de 173,2 milhões de m³/d de gás natural.

Isso, de acordo com o Broadcast, significará uma alta no petróleo de 23% em relação a 2021, e de 34% no do gás.

Para 2021 a projeção de produção de petróleo é de 463,96 mil m³/d (2,9 milhões de bpd) e a de gás, de 129,17 milhões de m³/d.

Avanço na região do pré-sal

Nos próximos anos, a Petrobras e outras grandes petroleiras vão avançar com a produção na região do pré-sal.

Novas plataformas devem entrar em operação, sobretudo nos campos de Mero e Búzios.

Até 2023, mais oito unidades vão ser instaladas no País, segundo a ANP.

Investimento em estrutura

A maior parte do investimento das empresas petrolíferas será destinada à área de perfuração, embora a projeção seja de queda ao longo dos anos.

Em 2021, o investimento começa com R$ 12,5 bilhões; no ano seguinte passa para R$ 12,77 bilhões; e permanece em queda até 2025, alcançando a marca de R$ 4,68 bilhões.

Gostaria de ter orientação sobre como investir e onde? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos poderá ajudar em sua jornada.