PPI: governo federal qualifica rodovias e portos para o programa

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução / Porto de Itajaí

O Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Presidência da República recebeu nesta sexta-feira (11) qualificação de empreendimentos públicos federais do setor portuário e trechos de rodovias federais. As informações são da Agência Brasil.

O PPI qualifica projetos que serão estudados à concessão para a iniciativa privada.

O decreto foi publicado hoje no Diário Oficial da União (DOU).

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Segundo a agência, “também trata da inclusão de trechos de rodovias federais no Plano Nacional de Desestatização (PND)”.

PPI busca modernnização dos investimentos

A Secretaria-Geral da Presidência informou que a medida “busca ampliar e modernizar investimentos em empreendimentos estratégicos a fim de retomar o crescimento econômico do país”.

“A qualificação dos empreendimentos permite que eles sejam outorgados à iniciativa privada para exploração econômica, possibilitando a ampliação da capacidade logística”, seguiu em nota.

Projetos qualificados

Foram oito projetos qualificados no setor portuário para o PPI.

Estão entre eles o Porto Público de Itajaí, em Santa Catarina, que faz parte do Complexo Portuário de Itajaí.

Entram também no PPI os Terminais de Uso Privado (TUPs): Teporti, Poly, Trocadeiro, Barra do Rio, Braskarne e Portonave.

“O porto de Itajaí tem considerável relevância no cenário nacional, já que está estrategicamente localizado próximo às principais rodovias da Região Sul do país, a BR101 e a BR470”, disse a Secretaria-Geral.

Além disso, já aprovados para concessão, estão alguns trechos de rodovias federais.

Entre eles, da BR-153, no Paraná; da BR-230, no Pará; e da BR-316, no Maranhão.