Investimentos

Poupança ou LCI: em qual investir?

Saiba o que é melhor: investir na poupança ou em LCI?

Poupança ou LCI: em qual investir?
5 de 2 voto[s]

Recentemente você viu com a gente que vale mais a pena investir em CDB do que na poupança.

Pensando nisso, hoje falaremos de um outro tipo de investimento melhor que a poupança, conhecido como Letra de Crédito Imobiliário (LCI).

Você talvez já tenha ouvido falar nesse tipo de aplicação e, também, na chamada Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), considerada uma “irmã” das LCI, porém voltada para o setor agrícola.

Ambas são investimentos bastante interessantes, pois, além de render bem mais que a poupança, são tão seguras quanto ela, uma vez que contam com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) e, também, são isentas do imposto de renda.

É possível que você esteja se perguntando: “Poupança ou LCI: em qual investir?

Convidamos você a continuar a leitura deste artigo, pois, além de responder à pergunta anterior, também te ajudaremos a conhecer outras formas de fazer o seu dinheiro render mais. Vamos lá!

A poupança ainda vale a pena?

Já falamos bastante da poupança aqui na EuQueroInvestir, por isso, se você ainda tem alguma dúvida sobre o assunto, recomendamos a leitura dos artigos a seguir:

Apenas a título de contextualização, a poupança é um dos investimentos mais populares do Brasil.

Criada ainda na época de D. Pedro II, ela é bastante utilizada pelos brasileiros que desejam guardar dinheiro durante algum tempo e obter algum retorno por isso.

piggy moneybox with euro cash P3WFXS6 By ivankmit - Poupança ou LCI: em qual investir?
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By ivankmit,

A rentabilidade da poupança varia conforme a Selic, que é a taxa básica de juros do nosso país.

Quando a Selic está abaixo de 8,5%, fato que acontece desde o fim de 2017, o rendimento da poupança cai para 70% da Selic mais a Taxa Referencial (TR).

No entanto, a poupança tem um grande problema: não protege o seu dinheiro dos efeitos da inflação.

Por conta disso, quando você deixa algum dinheiro parado na poupança por algum tempo, digamos, cerca de um ano, ao retirar o valor depositado, mesmo que ele tenha rendido juros, o ganho real será abaixo do esperado.

Isso acontece, pois a inflação reduz o poder de compra do seu dinheiro com o passar do tempo, ou seja, se você tem R$ 100,00 no bolso hoje, daqui a um ano ele pode não comprar tudo o que poderia comprar agora.


Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil


Então por que milhões de brasileiros ainda têm dinheiro na poupança?

Simples: pela praticidade.

O grande trunfo da poupança está justamente na facilidade de abrir uma conta e movimentar o dinheiro que está nela. Basta um cartão, um caixa eletrônico e pronto!

No entanto, a poupança tem um ponto negativo que quase sempre é esquecido pelas pessoas:

Quando você faz um depósito em uma conta poupança, aquele dinheiro passa a render a partir do momento em que completar um mês nessa conta, no chamado “aniversário” do depósito.

piggy bank with calculator PFHKPD5 By BrianAJackson - Poupança ou LCI: em qual investir?
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By BrianAJackson.

Assim, se você deposita R$ 1.000,00 na poupança no dia 1º de um determinado mês, a rentabilidade daquele período só entrará na sua conta no dia 1º do mês seguinte.

Vale lembrar que o dinheiro pode ser sacado no momento que você precisar dele, no entanto, se esse saque ocorrer antes do aniversário do depósito, bye bye rendimento…

Ou seja: ou você deixa o dinheiro na conta por pelo menos um mês ou não recebe nada pelo seu esforço.

Quase ninguém lê as letrinhas miúdas no final do contrato, mas tudo isso está escrito bem ali, quando você assina aquele papel entregue por um gerente de banco sorridente. Afinal, quem lucra mesmo quando você investe em poupança é o próprio banco.

Não acredita? Então assista ao vídeo a seguir, produzido pela equipe da EuQueroInvestir e conheça um dos segredos mais bem guardados pelos bancos do varejo:

O que é LCI?

Deixando a velha poupança de lado, chega a hora de falarmos sobre algumas opções bem mais interessantes para você, que quer ver o seu patrimônio crescer.

As Letras de Crédito Imobiliárias (LCI) funcionam de uma forma semelhante ao Certificado de Depósito Bancário (CDB). Se você ainda não sabe o que é um CDB, confira tudo sobre ele neste artigo.

Assim, podemos definir uma LCI como um título de crédito emitido por um banco, mas que possui uma finalidade específica: financiar o sistema imobiliário.

philadelphia downtown PQTWB5C By dibrova - Poupança ou LCI: em qual investir?
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By dibrova.

Sabe aquele imóvel na planta que você pode financiar a perder de vista?

É nesse e em outros tipos de empreendimentos imobiliários que os bancos utilizam o dinheiro captado via LCI.

Como citamos anteriormente, a LCI possui uma irmã quase gêmea, chamada LCA (Letra de Crédito do Agronegócio).

A principal diferença entre as duas está no destino do dinheiro que é captado, já que as LCAs se destinam a financiar empreendimentos do setor agrícola do Brasil.

Para entender melhor a diferença entre esses dois tipos de investimentos, recomendamos que você assista ao vídeo a seguir, que está em nosso canal no YouTube:

Quanto rende LCI e LCA?

Há pouco falamos que a poupança rende bem pouco, então você deve ter se perguntado: “quanto rende a LCI e a LCA?”

Esses títulos possuem a sua rentabilidade atrelada a três fatores fundamentais:

  • O prazo de carência;
  • O valor do investimento; e
  • O tamanho do banco emissor.

Nesse sentido, quanto maior o prazo de carência e maior o valor investido, maior também será o retorno que você receberá.

Por outro lado, quanto maior for o banco que você escolheu para investir, menor será o seu rendimento.

Aqui vale lembrar que o rendimento tanto da LCI quanto da LCA está atrelado a um indicador super importante no ramo dos investimentos: a CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

Quando você estiver pesquisando LCIs e LCAs, irá sempre perceber que a sua taxa é indicada em um percentual da CDI. Quanto maior for esse percentual, maior também será o seu rendimento.

Se você ainda não sabe o que é a CDI, recomendamos a leitura do nosso artigo especial sobre esse assunto.

É possível encontrar no mercado LCIs e LCAs que pagam acima de 100% da CDI, o que é muito interessante se o seu objetivo é ganhar dinheiro com os seus investimentos.

20190623 103554 1 - Poupança ou LCI: em qual investir?

Entretanto, para atingir esse patamar de rendimento, normalmente esses títulos exigem um valor mínimo muito alto e/ou possuem um prazo de carência muito longo.

O prazo de carência é aquele período em que você não pode retirar o dinheiro da aplicação. Em regra, esse prazo costuma ser de um a dois anos, mas também é comum que você encontre títulos sem carência disponíveis no mercado.

Por fim, vale destacar um outro fator que pode tornar o seu retorno com LCIs e LCAs bem mais alto: ambas as aplicações são isentas do imposto de renda.

Assim, diferentemente do que ocorre em outros produtos de renda fixa, como o CDB, quando você investe nesses títulos, o “leão” não abocanha parte dos seus rendimentos.

Quais os tipos de LCI e LCA disponíveis?

Existem basicamente três tipos de LCIs e LCAs e o que as diferencia é o tipo de remuneração.

Os títulos pós-fixados são aqueles que têm o seu rendimento atrelado à CDI ou, em alguns poucos casos, à Selic. Assim, ao final do prazo, você receberá o seu rendimento com base em um percentual da taxa escolhida.

Já os títulos prefixados são aqueles que possuem a sua rentabilidade fixa, ou seja, você já saberá quanto ele irá render quando fizer a contratação. Dessa forma, se o título escolhido render x% ao ano, será exatamente isso que você receberá no momento do resgate.

Há, também, os títulos híbridos, que são basicamente uma mistura dos anteriores. A diferença é que, normalmente, o rendimento é atrelado a algum indicador de inflação como o IPCA, o IGPM e o INPC mais uma taxa prefixada.

summer landscape in marches italy near appignano PXPHKGN By clodio - Poupança ou LCI: em qual investir?
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By clodio.

Qual deles é melhor?

Isso depende de alguns fatores como, por exemplo, a situação da economia brasileira. Em momentos de juros baixos e em que não há expectativa de aumento, os títulos prefixados se tornam mais interessantes.

Os títulos híbridos, por sua vez, são menos comuns no mercado, pois costumam exigir prazos de carência maiores que os demais títulos disponíveis.

Se você tem dúvidas entre qual escolher, o melhor é buscar ajuda com um dos assessores de investimentos da EuQueroInvestir, pois, com base em seu perfil de investidor, eles poderão recomendar as melhores aplicações do dia.

LCI e LCA são seguras?

Como quase tudo nessa vida, investir em LCI e LCA possui algum risco.

O principal deles é o de ocorrer a quebra da instituição bancária em que você investiu o seu dinheiro, algo que também pode ocorrer quando você deixa dinheiro na poupança.

No entanto, o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) não deixa que você tenha prejuízos, tanto na poupança quanto em LCIs ou LCAs.

Se, por acaso, ocorrer a insolvência da instituição financeira, o FGC protege o dinheiro e o rendimento dos investidores até o limite de R$ 250.000,00 por CPF e por instituição.

Por esse motivo, a principal recomendação dos especialistas é que você não invista todo o seu dinheiro em um único título, mas que diversifique a sua carteira com aplicações de bancos diferentes.

A garantia dada pelo FGC também te permite investir em bancos menores, que são bastante conhecidos por oferecerem taxas de retorno mais atrativas.

Lembra-se que um dos fatores que interferem no rendimento desses títulos é o tamanho do banco emissor?

Pois bem, quando você escolhe um banco grande e consolidado no mercado, como o risco de que ele decrete falência é mínimo, a taxa paga por ele também será mais baixa.

Já os bancos de menor porte têm uma maior dificuldade em captar recursos, logo, para atrair os investidores, acabam por oferecer maiores taxas e boas oportunidades para os pequenos investidores.

chicago downtown PF34L7J By dibrova - Poupança ou LCI: em qual investir?
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By dibrova.

Principais vantagens e desvantagens das LCIs e LCAs

Agora que você já sabe o que é LCI e LCA, vamos destacar algumas das principais vantagens e desvantagens desse tipo de investimento.

Vantagens:

  • Rendimentos mais elevados que os da poupança, compatíveis com os de um CDB;
  • Isenção do imposto de renda;
  • O produto fica registrado na CETIP em seu nome;
  • Garantia do FGC;
  • Grande diversidade de títulos disponíveis;
  • Ausência de taxas de administração, performance ou de custódia.

Desvantagens:

  • Alguns títulos podem ter um prazo de carência longo e nele não é possível fazer o resgate;
  • Exigência de um valor mínimo para o investimento.
hourglass on laptop computer concept for time SLUHZV7 By BrianAJackson - Poupança ou LCI: em qual investir?
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By BrianAJackson.

Considerações finais

Investidores iniciantes ou as pessoas que deixam o seu dinheiro guardado apenas na poupança podem se sentir intimidados ao começar a explorar o universo dos investimentos.

Esse medo é comum, afinal, em tempos de incertezas no cenário econômico brasileiro, as pessoas tendem a proteger ainda mais o seu patrimônio e, para isso, buscam aplicações que transmitam segurança.

A poupança é a escolhida, em muitos casos, mas você deve ter percebido ao longo deste artigo que ela não é a melhor opção de investimento, pois há produtos melhores no mercado.

Por isso, não tenha medo de buscar aquilo que é melhor para você. Lembre-se que, apesar de a poupança ser um investimento seguro, há outras opções melhores e tão seguras quanto ela.

Se você tem alguma dúvida sobre LCI, LCA ou outras formas de investir o seu dinheiro, entre em contato com um dos assessores de investimentos da EuQueroInvestir e solicite a sua assessoria gratuita.

Esperamos que você tenha sucesso e que faça sempre os melhores investimentos!

Tags

Késia Rodrigues - Colaboradora Independente

Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por literatura, viagens, tecnologia e finanças.

Artigos Relacionados

Close