Positivo (POSI3) reverte prejuízo e lucra R$ 51,54 mi no balanço do 2TRI21

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

A Positivo (POSI3) registrou lucro líquido de R$ 51,54 milhões no balanço do segundo trimestre (2TRI21), revertendo um prejuízo de R$ 8,6 milhões do 2TRI20.

No acumulado semestral a companhia passou de um prejuízo de R$ 4,22 milhões no 2TRI20 para um lucro de R$ 107,3 milhões um ano depois.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

O resultado financeiro ficou negativo em R$ 49,5 milhões no trimestre, aumento de 480,8% explicado principalmente pela variação cambial no período.

Positivo (POSI3): principais números do balanço do 2TRI21

Lucro líquido

  • Lucro 2TRI21: R$ 51,54 milhões
  • Prejuízo 2TRI20: R$ 8,6 milhões

Ebitda ajustado

  • Ebitda 2TRI21: R$ 101,98 milhões
  • Ebitda 2TRI20: R$ 8,23 milhões

Receita líquida

  • Receita 2TRI21: R$ 785,89 milhões
  • Receita 2TRI20: R$ 416,95 milhões

Receita avança 88,5%

No balanço do 2TRI21, a companhia registrou uma receita líquida de R$ 785,89 milhões, alta de 88,5% sobre a base anual.

No acumulado semestral, a receita líquida alcançou R$ 1,46 bilhão, crescimento de 83,8% na comparação ano a ano.

O lucro bruto atingiu R$ 203,7 milhões, alta de 241% ante o 2TRI20. Ao mesmo tempo, a margem bruta alcançou 25,9% no 2TRI21 contra uma margem de 14,3% no mesmo período de 2020.

Ebitda ajustado

O Ebitda da Positivo (POSI3) atingiu R$ 101,98 milhões no 2TRI21. O resultado reflete um desempenho 12,38 vezes melhor do que o Ebitda do 2TRI20, com R$ 8,23 milhões.

A margem Ebitda atingiu 13%, 11,7 pontos percentuais superior ao apurado no 2TRI20.

“O crescimento expressivo destes indicadores é reflexo do ótimo desempenho operacional que a Companhia vem mostrando nos últimos períodos, resultante de uma operação robusta sustentada por um modelo de negócio eficiente e com produtos e serviços de qualidade” destacou a empresa

Caixa e endividamento

O 2TRI21 foi encerrado com uma posição de caixa de R$ 496,5 milhões e com uma dívida líquida de R$ 323 milhões.

O indicador de alavancagem Dívida Líquida / Ebitda da Positivo (POSI3) no 2TRI21 foi de 1x contra 1,7x no 2TRI20.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3

Confira os principais destaques do balanço da Positivo (POSI3):