PMI Industrial dos EUA fica estável em junho, pouco abaixo da projeção

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Divulgação/P&G

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos ficou estável em junho, em relação ao mês de maio. A marcação foi de 62,1 pontos.

A projeção do mercado era por leitura maior, de 62,6 pontos. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (1) pela IHS Markit.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

O resultado manteve o indicador em seu maior patamar de toda a série histórica, iniciada em maio de 2007.

Pontuações acima de 50 indicam avanço da atividade, ao passo que, abaixo, indicam retração.

Chris Williamson, economista-chefe da IHS Markit, afirmou que o PMI registrou um forte nível de produção, com destaque para as novas encomendas. O avanço, no entanto, segue contido por gargalos na oferta de matérias-primas e mão de obra.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.

PMI

Reprodução/IHS Markit

 

Outro PMI foi divulgado hoje nos EUA, do Institute of Supply Management (ISM). O PMI industrial caiu de 61,2 em maio para 60,6 em junho. A projeção era por 61 pontos.