PMI de serviços sobe 1,4 pontos na China, mas segue em retração

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Unsplash

O índice dos gerentes de compras (PMI na sigla em inglês) de serviços da China subiu 1,4 pontos em abril. Foi de 43 em março para 44,4. Ainda assim, a leitura abaixo de 50 indica retração das atividades.

De acordo com o relatório divulgado nesta quinta-feira (7) pela IHS Markit, o resultado ainda reflete o impacto da crise do coronavírus e expõe uma demanda mais fraca, tanto internamente quanto externamente.

“A atividade de serviços domésticos permaneceu em notável pressão em meio à pandemia de coronavírus. A queda da demanda no exterior arrastou o setor de serviços”, afirmou Zhengsheng Zhong, economista-chefe e presidente do grupo Caixin, que realiza o estudo com a IHS.

China

China: demanda em queda no exterior

A taxa de novos negócios melhorou pouco em relação a março, ainda permanecendo em contração.

As exportações caíram para o segundo nível mais baixo desde o início da pesquisa, em 2014 – perdendo apenas para fevereiro, o pior mês da crise atual na China.

“A segunda onda de choque para a China é provocada pelo encolhimento da demanda no exterior”, disse, relembrando que a pandemia foi controlada na China, mas ainda atinge o restante do mundo.

O relatório aponta ainda uma queda brusca no emprego, com o menor nível histórico.

Para Zhong, são fundamentais cortes de juros e pacotes de auxílio na China. “Esperamos que um pacote de estímulo macroeconômico seja lançado em breve. Para ajudar as empresas, salvaguardar o emprego e aumentar o investimento e o consumo”, afirmou.

O PMI composto foi de 46,7 m março para 47.6 em abril, também com modesto avanço.

China

China

Leia também: PMI de serviços fica em 27,4, o mais baixo já registrado
Setor de serviços: índices PMI e ISM apontam forte retração nos EUA