PMI da zona do euro atinge mínima histórica

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A crise decorrente da pandemia do coronavírus fez o índice dos gerentes de compras (PMI na sigla em inglês) composto da zona do euro atingir seu nível mais baixo já registrado na história.

O indicador de abril, divulgado nesta quarta-feira (6) pela IHS Markit, ficou em 13,6, bem abaixo dos 29,7 pontos registrados em março. Bem abaixo também da expectativa do mercado, que era por 26 pontos.

Leituras abaixo de 50 indicam retração da atividade econômica. Leituras acima, crescimento.

PMI zona do euro

PMI: queda na indústria e em serviços

O PMI composto é formado pelo PMI de serviços e do setor industrial.

O setor de serviços sofreu a retração mais brusca, fechando em 12 pontos, ante 26,4 de março.
A indústria teve PMI de 33,4 pontos (era 44,5 no mês anterior).

Chris Williamson, economista-chefe de negócios da IHS Markit, afirmou em relatório que a extensão da crise econômica na zona do euro apresentou desacelerações recordes em todos os países pesquisados em abril. E que a queda nas taxas de produção foram sem precedentes em toda a série histórica.

“Os dados da pesquisa indicam uma queda do Produto Interno Bruto (PIB) de cerca de 7,5% no trimestre. Isto supera em muito o pior declínio observado na crise financeira global (crise do subprime, a partir de 2008)”, afirmou. “Empregos também estão sendo perdidos a uma taxa nunca antes vista”.

No entanto, Williamson apontou que a reabertura gradual das economias, com o fim das quarentenas, deve melhorar o cenário, mesmo que de maneira lenta.

“Será um processo gradual, com os governos fazendo malabarismos para reviver a economia e impedir uma segunda onda de infecções pelo coronavírus”, disse.

PMI por países

A Espanha registrou o PMI composto mais baixo da zona do euro: 9,2 pontos. Na sequência vem Itália, com 10,9.

França ficou com 11,1 pontos. Irlanda, com 17,3. E Alemanha, com 17,4 pontos.

Leia também: PMI industrial da zona do euro é o mais baixo em 23 anos
Preços ao produtor caem 1,5% na zona do euro em março