Planalto e cúpula do PT se unem para barrar prisão em segunda instância

Lula e Michel Temer – por Ricardo Stuckert / Instituto Lula

Filipe Teixeira
Filipe Teixeira é redator do Portal EuQueroInvestir. Gremista, filho dos anos 80, apaixonado por filmes, música, política e economia.É também Coordenador da área de Marketing do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos.Me envie um e-mail: filipe.teixeira@euqueroinvestir.com Ou então uma mensagem por WhatsApp: (51) 98128-5585 Instagram: filipe_st

Crédito: Lula e Michel Temer - por Ricardo Stuckert / Instituto Lula

Amigos para sempre?

A guerra PT X PMDB deflagrada desde as articulações políticas (ou golpe, como preferir) que culminaram no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, pode estar próxima de uma trégua. É o que afirma hoje (13) a reportagem do jornal O Estado de São Paulo.

Segundo a matéria, o estreitamento das relações tem objetivo e alvo definido: Persuadir o ministro do STF Alexandre de Moraes, a rever sua posição favorável à prisão em segunda instância (Moraes votou contra o HC de Lula). Ambos estão preocupados com o posicionamento da também ministra, Rosa Weber.

Vale lembrar que a defesa de Lula contava com o voto favorável de Weber na audiência que votou o Habeas Corpus do ex-presidente.

Ligações perigosas

Um encontro entre Luiz Marinho, presidente do PT-SP e pré-candidato ao governo paulista, o ex-ministro Gilberto Carvalho e os atuais ministros Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes, ocorreu na quarta-feira (11). A pauta, obviamente, circulou em torno dos últimos julgamentos no Supremo Tribunal Federal e a discussão da condenação após segunda instância.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Duro de matar

Fontes do governo relatam um arrependimento de Temer em relação à indicação de Alexandre de Moraes ao cargo de ministro do STF.  Políticos ligados ao planalto afirmam ser tarefa quase impossível corrompê-lo.

Alexandre de Moraes já foi ministro da Justiça e Chefe da Polícia Federal e foi indicado à corte suprema, após a morte de Teori Zavascki.

Quem tem, tem medo!

A improvável união se explica pelo temor de que após o mandato de Temer e seus pares, a operação lava jato lance uma ofensiva contra os “mdbistas”, já que estes, muito provavelmente não contarão mais com as benesses do foro privilegiado.

Não contem com o meu voto!

[banner id=”teste-perfil”]