PIX soma 1 bilhão de transações e supera DOC e TED

Yolanda Fordelone
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Foto: Pixabay

Ao que tudo indica, a tecnologia do PIX – sistema que permite transferências e pagamentos instantâneos lançado pelo Banco Central no fim de 2020 – veio para ficar. O PIX atingiu 1 bilhão em transações, superando assim o TED e DOC.

Segundo relatório do BTG Pactual, as transações envolvendo o sistema movimentaram R$ 787 bilhões, com 207 milhões de chaves já cadastradas.

Em número de transferência, as pessoas físicas representam 79,9%, mas em volume somam menos (44,3%). As operações entre empresas somam 35,7% do volume total e de pessoas físicas para jurídicas, 8% do volume.

O que é

O PIX é uma tecnologia lançada pelo Banco Central em 16 de novembro que permite transferências instantâneas por meio do uso de uma chave de segurança. Basta cadastrá-la para começar a usar.

A chave pode ser um e-mail, telefone, CPF ou CNPJ ou número aleatório.

No caso de pessoas físicas, a operação é gratuita.

Outro ponto positivo é que, diferentemente do TED e DOC, o PIX funciona sete dias por semana, inclusive nos finais de semana e feriados, e 24 horas por dia.

Novidades

O Banco Central já informou que ao longo do ano o PIX irá trazer novidades ao mercado.

Saques

O PIX permitirá que o usuário faça saques em estabelecimentos comerciais. Para isso, o cliente realiza uma transferência utilizando o PIX para o estabelecimento e saca o dinheiro.

Além disso, será possível executar uma compra e fazer o pagamento de um valor maior na maquininha de cartão, retirando a diferença no caixa.

Conta salário

Será permitido ao usuário movimentar a conta salário por meio desta tecnologia, sem a necessidade realizar TED ou DOC.

Contactless

Contactless ou pagamento por aproximação. Ou seja, o usuário poderá realizar pagamentos aproximando o celular da maquininha de cartão. O valor da transação será debitado por meio do PIX.

Integração de contatos

O objetivo é que exista integração dos usuários que tem PIX com agenda de contatos de cada usuário. Dessa forma, ao entrar no sistema de pagamentos pelo aplicativo da instituição financeira, será possível visualizar todos contatos que têm chave cadastrada.

Isso possibilitará fazer a transferência de forma mais ágil.

Com informações de Felipe Moreira