PIM Regional: indústrias de 9 dos 15 locais pesquisados tiveram retração

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Rodrigo Felix Leal/AEN-PR

A indústria nacional teve uma retração de 1,3% de março para abril de 2021, conforme apontou a Pesquisa Industrial Mensal (PIM), do IBGE, na semana passada.

A projeção do mercado era por queda bem menor, de 0,2%. Em março, a retração havia sido de 2,2%.

Nesta quarta-feira (9), dando continuidade ao estudo, o IBGE divulgou o resultado regional da PIM. A conclusão é que 9 dos 15 locais pesquisados pelo IBGE apresentaram taxas negativas em abril.

As quedas mais acentuadas ocorreram na Bahia (-12,4%) e Região Nordeste (-7,8%). Já os maiores avanços foram no Amazonas (1,9%) e Rio de Janeiro (1,5%).

Reprodução/IBGE

Frente a abril de 2020, 12 dos 15 locais pesquisados mostraram resultados positivos. A média móvel trimestral recuou em 11 dos 15 locais pesquisados e as quedas mais acentuadas foram na Bahia (-8,9%) e no Ceará (-8,2%).

O acumulado no ano foi positivo em 10 dos 15 locais pesquisados, com destaque para Santa Catarina (24,4%) e Rio Grande do Sul (20,5%). Já o acumulado em 12 meses, teve 8 dos 15 locais pesquisados com taxas positivas.