PIB global: retração deve ser puxada pelos Estados Unidos

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Divulgação / FMI

A crise do novo coronavírus paralisou o mundo em 2020 e vai ser a causa principal para a retração histórica no Produto Interno Bruto (PIB) global. De acordo com levantamento feito pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia mundial deve apresentar queda de 3%, em 2020, e crescer 5,8% no ano seguinte.

O efeito do vírus no mundo foi devastador em termos econômicos. Em janeiro, o FMI previa que a economia mundial cresceria 3,3% em 2020.

Quase nenhuma economia, seja grande, emergente ou pequena, escapará de uma recessão neste ano. O Brasil, por exemplo, segundo o FMI, cairá 5,3%. Mas o maior impacto deve ser mesmo nos Estados Unidos, o país mais afetado pela pandemia, com 38.200 mortos e 727 mil infectados (até sábado, dia 18 de abril).

Maior parcela

A Bloomberg, a partir de dados do FMI, fez um estudo que afirma que os Estados Unidos vão ser responsáveis por 31,1% da retração do PIB global em 2020. Em contrapartida, na retomada esperada para 2021, a participação dos EUA será de apenas 12,8%.

Outros países bastante afetados também vão contribuir para a retração em 2020. A Alemanha puxa a fila, com 7,7% de participação, seguida pelo Japão (7,1% de participação), Rússia (5,8%, especialmente pela dependência do petróleo e gás, cujas demandas foram bem reprimidas na crise), Itália (5,7%), França (5,5%), Grã-Bretanha (5,1%) e Brasil (4,5%).

México (4,3% de participação na queda global), Espanha (3,9%), Canadá (2,9%) e Turquia (2,8%) também vão dar sua importante contribuição na chamada “tragédia econômico-sanitária” de 2020.

“Embora sejam essenciais para conter o vírus, os confinamentos e restrições à mobilidade têm causado um impacto considerável na atividade econômica. Os efeitos adversos da confiança provavelmente pesarão ainda mais nas perspectivas econômicas”, disse o FMI em seu relatório “World Economic Outlook” divulgado nesta semana.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Retomada do PIB em 2021

Caso a crise seja realmente controlada em 2020 e não haja mais necessidade de qualquer tipo de isolamento social em 2021, o FMI acredita que a economia global vai se recuperar.

A expectativa é que o PIB global suba em 2021 5,8%.

Esse seria o avanço mais significativo registrado pelo FMI desde 1980. Mas economistas para o ano que vem são “otimistas demais”, segundo Ehtisham Ahmad, ex-consultor sênior do FMI.

LEIA MAIS
FMI prevê queda de 5,3% da economia brasileira este ano

Coronavírus: medidas restritivas devem levar de dois a quatro meses