PIB da zona do euro encolhe 3,8% no primeiro trimestre

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro caiu 3,8% no primeiro trimestre de 2020, segundo leitura prévia divulgada nesta quinta-feira (30) pela Eurostat, escritório oficial de estatística da União Europeia (UE).

Na União Europeia, a queda foi de 3,5%. Estes foram os maiores declínios já registrados na série histórica.

No quarto trimestre de 2019, o PIB cresceu 0,1% na zona do euro e 0,2% na UE. O que revela os impactos da crise do coronavírus na economia.

Invista em suas Escolhas. Conheça os Melhores Investimentos 2021.

Os países da região, especialmente os mais afetados, como Espanha, Itália, França e Alemanha, adotaram medidas rigorosas de distanciamento social e paralisação das empresas.

Comparado com o mesmo trimestre do ano anterior, o PIB diminuiu 3,3% na zona do euro e 2,7% na União Europeia.

zona do euro

França já está em recessão

A economia francesa contraiu 5,8% nos três primeiros meses de 2020, em comparação com o último trimestre de 2019. Este foi o declínio mais acentuado desde o início dos registros, em 1949.

Como no último trimestre de 2019 o país já teve queda no PIB, de 0,1%, o país já se encontra, tecnicamente, em recessão.

Até 11 de maio, a França segue com medidas restritivas adotadas no combate ao coronavírus.

Desemprego

A Eurostat também divulgou nesta quinta dados sobre o desemprego na região. A taxa de desemprego na zona do euro é de 7,4%. Na União Europeia, de 6,6%.

Estes números representam 14,141 milhões de pessoas na EU e 12,156 milhões na zona do euro.

Em comparação com fevereiro, o número de desempregados aumentou em 241 mil na EU. Na zona do euro, foram 197 mil a mais.