PIB dos países que integram a OCDE sobe 9% após retração no 2º trimestre

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução / Facebook / OCDE

O Produto Interno Bruto (PIB) dos países que formam a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) conseguiu se recuperar da queda 9,8% sofrida no 2º trimestre.

No comparativo com igual período do ano passado, o PIB da OCDE teve queda de 4,1% no terceiro trimestre, após encolher 11,7% no trimestre anterior.

Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (19) pelo órgão, o PIB dos integrantes do seleto grupo cresceu 9% terceiro trimestre do ano, entre os meses de julho e setembro.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

Apesar da alta, no entanto, a atividade econômica permanece em níveis abaixo dos registrados antes da pandemia de Covid-19, com queda de 4,3% na comparação apresentada.

França é destaque entre países da OCDE

O crescimento do PIB da França foi o que mais se destacou entre as sete maiores economia do mundo, com alta de 18,2% entre julho e setembro.

O país havia registrado uma retração de 13,7% no trimestre imediatamente anterior e, assim como outras partes da Europa, sentiu o golpe aplicado pela pandemia de Covid-19 em todo o planeta.

Segundo a OCDE, outros países apresentaram boa recuperação no terceiro trimestre, contribuindo para a recuperação do PIB do grupo como um todo.

Pela ordem de crescimento, logo após a França aparece o PIB da Itália, com 16,1%, Reino Unido (15,5%) e Alemanha (8,2%). O PIB total da zona do euro e da União Europeia (UE), apresentou avanços de 12,6% e 11,6%, respectivamente.

Fora do eixo europeu, segundo a OCDE, o PIB dos Estados Unidos apresentou crescimento de 7,4% no trimestre, enquanto a alta registrada no Japão foi também significativa, mas um pouco menor: 5,0%.

Leia também: Diretora do FMI faz alerta à economia mundial antes de reunião do G20

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.