PIB da construção civil pode cair 10%

Felipe Alves
null
1

Crédito: Site Federação Nacional Arquitetos e Urbanistas

Se 2020 começou com projeções otimistas e de crescimento para vários setores, a chegada do coronavírus fez esse cenário mudar radicalmente.

Um dos setores que começavam a se recuperar, a construção civil pode amargar uma queda de até 10% esse ano. As informações são do Valor Econômico.

De 2014 a 2018, o setor registrou queda de 30%. No ano passado, ensaiou uma retomada, com crescimento de 1,6%. A expectativa era boa para a construção civil em 2020. Mas. com a crise de saúde e econômica provocada pelo coronavírus, o otimismo foi por água abaixo.

Cenários para a construção civil

A LCA Consultores aponta que o PIB da construção civil pode cair em média 7,5% em 2020.

Em especial, o setor imobiliário deve amargar grande queda.

A consultoria avalia que as condições ruins do mercado podem fazer o PIB do setor variar entre queda de 5% e de 10%, mas o resultado deve ficar entre 7% e 8%.  Para o PIB total, a LCA estima queda de 3,5% no ano.

Antes do impacto do coronavírus, a expectativa era de um crescimento de 2% a 4% para a construção civil este ano. A queda de juros e o aumento do crédito iriam impulsionar o mercado imobiliário em 2020. Mas as incertezas com o coronavírus derrubaram este cenário.

Coordenadora de projetos da construção civil do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), Ana Maria Castelo avalia que os segmentos chamados autoconstrução e autogestão, obras de reformas tocadas por famílias, assim como as pequenas empresas do setor, são os que devem sofrer mais.

Segundo ela, 48% do PIB da construção vêm dessas obras e de pequenas empreiteiras. Para elas devem pesar o aumento do desemprego e a forte queda de renda provocada pela pandemia.

O Ibre/FGV estima queda de 7,2% no PIB da construção civil em 2020 e recuo de 3,4% no PIB total.