EconomiaNotícias

PIB brasileiro apresenta crescimento de 0,8% no terceiro trimestre

Se comparado ao resultado do terceiro trimestre de 2017, a alta foi de 1,3%. A economia do país apresenta uma melhora, mas ainda está no mesmo patamar conquistado no primeiro semestre de 2012.

compras em supermercado economia pib 20151126 0047 1024x683 - PIB brasileiro apresenta crescimento de 0,8% no terceiro trimestre
Crédito da imagem: Reinaldo Canto/Revista Veja

Dados publicados nessa sexta-feira (30) pelo IBGE mostram que o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro apresentou um crescimento de 0,8% no terceiro semestre de 2018, isso em comparação ao trimestre anterior. Já em relação ao mesmo período de 2017, a alta estimada é de 1,3%.

Esse é o melhor resultado trimestral que o país apresentou até o momento. Muito embora tenha ocorrido uma aceleração na economia entre julho e setembro, estima-se que essa melhora se deva à base fraca de comparação com o trimestre anterior, período que teve o seu resultado bastante impactado pela greve dos caminhoneiros, que ocorreu no fim do mês de maio.

Para Rebeca Palis, gerente da pesquisa, apesar do resultado demonstrar uma melhora no PIB do país, ele ainda está em um mesmo patamar do que foi apurado no primeiro semestre de 2012.

chrome 2018 11 30 11 00 08 - PIB brasileiro apresenta crescimento de 0,8% no terceiro trimestre

Confira os principais destaques do resultado do PIB brasileiro:

  • Serviços: 0,5% (considerado o melhor resultado apurado desde o segundo trimestre de 2017);
  • Indústria: 0,4% (o primeiro resultado positivo de 2018);
  • Agropecuária: 0,7%;
  • Consumo das famílias: 0,6% (melhor resultado desde o terceiro trimestre de 2017);
  • Consumo do governo: 0,3% (primeira alta após duas quedas consecutivas);
  • Investimentos: 6,6% (melhor resultado desde o quarto trimestre de 2009);
  • Construção civil: 0,7%;
  • Exportação: 6,7%; e
  • Importação: 10,2%.

Esse avanço obtido pelo país durante o terceiro trimestre possui ligação à motivos extraordinários, por exemplo, as mudanças ocorridas no regime de tributação do setor de óleo e gás (Repetro), fato que acabou impulsionando a contabilização da importação de plataformas de petróleo na forma de estoque de capital e, consequentemente, gerou uma influência significativa na alta ocorrida nos investimentos e nas importações.

O resultado do PIB também incorporou dados das contas nacionais dos últimos anos e que foram revisados. No início de novembro, o IBGE publicou uma retratação do resultado da economia no ano de 2016. O resultado publicado foi de 3,5%, contudo, o correto é 3,3%.

chrome 2018 11 30 11 06 18 - PIB brasileiro apresenta crescimento de 0,8% no terceiro trimestre

Se considerado o acumulado dos últimos 12 meses houve um crescimento de 1,4% no PIB brasileiro em comparação aos quatro trimestres imediatamente anteriores. No acumulado de 2018, o crescimento foi de 1,1% em comparação ao mesmo período do ano passado. O crescimento no terceiro trimestre, em valores correntes, atingiu os R$ 1,716 trilhão.

construcao civil 1024x576 - PIB brasileiro apresenta crescimento de 0,8% no terceiro trimestre
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

Dentre os elementos que compõem o PIB, o único seguimento que apresentou queda foi o de eletricidade, gás, água e esgoto, cujo recuo foi de 1,1%. Para a gerente da pesquisa, essa queda possui uma ligação com o aumento tarifário, principalmente do setor de energia elétrica, pois somente nesse ano já ocorreram três bandeiras vermelhas, fato que exige o acionamento das usinas termelétricas, que possuem um custo de operação mais elevado.

Esse resultado do PIB está dentro das expectativas dos analistas da área, pois esperavam uma alta entre 0,7% e 0,8% em comparação ao trimestre anterior.

Vale lembrar que o PIB é a soma de todos os bens e serviços que são produzidos em um país e sua principal função é medir o quanto a economia evoluiu. No ano passado, o PIB brasileiro apresentou uma alta de 1,1%, isso após dois anos seguidos em retração. Ao longo do primeiro e segundo trimestres, a alta acumulada foi de 0,2%.

Para este ano, a expectativa do mercado é que a economia do país cresça em 1,39%, segundo dados da última pesquisa Focus, realizada pelo banco central. O resultado está alinhado com o que espera o governo federal, que é um crescimento de 1,4%. Para 2019 espera-se um crescimento de 2,5%.

chrome 2018 11 30 11 06 18 - PIB brasileiro apresenta crescimento de 0,8% no terceiro trimestre chrome 2018 11 30 11 17 34 - PIB brasileiro apresenta crescimento de 0,8% no terceiro trimestre

Consumo e investimentos

A Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), que é medida dos investimentos no país em máquinas, equipamento e pesquisa, contabilizou uma alta de 6,6% em comparação ao resultado apurado no segundo trimestre de 2018. Esse é o melhor resultado do indicador desde o quarto trimestre de 2009, período em que o crescimento atingiu os 7,1%. Na comparação com o terceiro semestre de 2017, a alta do indicador foi de 7,8%.

Contudo, percebe-se que a alta nos investimentos foi bastante pontual e influenciada pelo impacto da contabilização de plataformas de petróleo (que deveriam ter sido contabilizadas no resultado do PIB de anos atrás). Se esse fator fosse desconsiderado, a alta nos investimentos seria de apenas 2,7%, no lugar dos 7,8% divulgados pelo IBGE.

familias 1024x830 - PIB brasileiro apresenta crescimento de 0,8% no terceiro trimestre
Crédito da imagem: Reprodução/internet

Com relação ao consumo das famílias percebe-se uma manutenção da trajetória de recuperação da economia, pois houve alta de 0,6%, resultado que é considerado o melhor desde o terceiro trimestre de 2017. Esse indicador continua sendo o mais importante motor da recuperação econômica brasileira e é sustentado por uma expansão salarial em meio a um cenário de queda da taxa de desemprego.

De acordo com Rebeca Palis, mesmo que o investimento gere um resultado acima da taxa do consumo das famílias, este possui um peso superior em três vezes que o primeiro. O resultado do consumo das famílias gera um peso de mais de 60% na composição do PIB, já o investimento possui um peso inferior à 20%.

Conhece o nosso teste de perfil?

Se ainda não, aproveite a oportunidade e faça agora. É de graça!

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Tags
Mostrar mais

Késia Rodrigues - Colaboradora Independente

Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por literatura, viagens, tecnologia e finanças.

Artigos Relacionados

Close