Petz protocola pedido de registro para IPO

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação/Petz

A Pet Center controladora da Petz, realizou nesta quarta-feira (19) pedido de registro para abertura de capital.

Segundo a empresa, os recursos captados na oferta primária serão destinados a ampliação da rede e desenvolvimento de tecnologia digital. Com informações da Reuters.

Mas, na oferta secundária, o fundo americano Warbug Pincus, com 55% da companhia, e o fundador da Petz, Sergio Zimerman, com os 45% restantes, realizarão partes dos lucros.

A operação será coordenada por por Itaú BBA, Bank of America Merrill Lynch, BTG Pactual e JPMorgan, conforme o prospecto preliminar da operação.

A varejista fundada em 2002, deseja alinhar o bom momento vivenciado pelo mercado de capitais com o ritmo de crescimento acelerado da empresa, que já detém mais de 100 lojas em 12 estados e o Distrito Federal.

No ano passado, o lucro líquido da Petz somou R$ 23,6 milhões, recuo de 24%. Já a receita líquida totalizou R$ 986 milhões, um crescimento de 28,4% em relação ao ano de 2018.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 191,1 milhões em 2019, alta de 130%.

O Brasil é o 4º mercado do mundo de produto para pets, movimentando aproximadamente R$ 23,5 bilhões anualmente, disse a empresa em comunicado.