Petróleo WTI fecha cotado no negativo pela primeira vez

Rodrigo Petry
Editor-chefe, com 18 anos de atuação em veículos, como Estadão/Broadcast, InfoMoney, Capital Aberto e DCI; e na área de comunicação corporativa, consultoria e setor público; e-mail: rodrigo.petry@euqueroinvestir.com.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O preço futuro do petróleo WTI com vencimento em maio fechou cotado de forma negativa pela primeira vez, em meio à desaceleração global da demanda pela pandemia do Covid-19.

Segundo o Bom Dia Mercado Online, a forte pressão da rolagem do contrato futuro do WTI para maio, que vence amanhã na Nymex, derrubou os preços do petróleo para níveis históricos negativos.

“O movimento está em linha com a perspectiva de baixo consumo e a extensão das medidas de isolamento nos próximos 30 dias, nos EUA”, destacou.

Mesmo após o acordo entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), a expectativa era de que os preços seguissem em baixa.

Analistas avaliam que até a metade do ano, o WTI não tem força para se sustentar acima dos US$ 20.

Nesta segunda-feira (20), o contrato para maio do WTI fechou em queda de 305%, cotado a -US$ 37,53 o barril.

Explicação

Segundo a CNBC, os contratos futuros estão vinculados a uma data de entrega específica.

No final da data de vencimento de um contrato, o preço normalmente converge com o preço físico do petróleo, já que os compradores finais desses contratos são entidades como refinarias ou companhias aéreas que receberão a entrega física real do petróleo.

Contratos futuros, em última análise, são contratos para entrega física da mercadoria ou segurança subjacente.

Enquanto algumas pessoas no mercado especulam sobre os contratos, outras estão comprando e vendendo porque usam a própria mercadoria.

“Perto do vencimento do contrato, os traders começaram a comprar o contrato futuro do próximo mês. Aqueles que permanecem na posição até o dia final normalmente estão comprando a mercadoria física, como um refinador”, destaca a CNBC.

Petróleo negativo

O contrato que caiu mais de 100% nesta segunda-feira é para entrega em maio e expira na terça-feira.

Com a pandemia de coronavírus levando a uma perda de demanda sem precedentes e com os tanques de armazenamento se enchendo rapidamente, não há demanda para esse contrato de petróleo expirando na terça-feira.

“É por isso que ficou negativo, o que significa que os produtores pagariam para tirar esse óleo de suas mãos porque não há ninguém que precise desse petróleo esta semana com o fechamento do país”, acrescentou a CNBC.

ta-e-ai

Em relatório, o analista de Energia e Petróleo da XP Investimentos, Gabriel Fonseca, elencou as razões, de ordem técnica, para a queda do mercado nesta segunda-feira (20):

  • Falta de liquidez para o contrato de curto prazo, com a migração de investidores para o período seguinte;
  • Preocupações referentes à ultrapassagem da capacidade de armazenagem de óleo no núcleo de Cushing, em Oklahoma.

“O pano de fundo continua a ser a queda significativa de demanda devido à quarentena resultante da pandemia do COVID-19, que supera em muito os esforços de controle de produção da OPEP+ anunciados até o momento (contração de demanda de -20 a -25 milhões de barris ao dia comparado a queda de oferta de -9,7 mbpd)”, pontuou.

Fonseca acrescentou que, na iminência do cenário de crescimento de estoques de petróleo, as cotações onshore como o WTI podem ter performance muito pressionada no curto prazo devido a maiores restrições logísticas.

“No caso de produtores offshore, tal pressão é menor devido à disponibilidade de navios-tanques petroleiros como forma de estocagem (por isso a melhor performance do Brent)”, destacou.

Fechamento

Para o analista da XP, quanto pior o cenário de petróleo no curto prazo, mais produtores serão forçados a interromperem e selarem poços de petróleo.

Por outro lado, dada a falta de flexibilidade da maioria dos produtores para retomarem a produção interrompida, em uma retomada (uma vantagem da OPEP), mais acelerada será a recuperação de preços em um cenário de normalização da demanda com o fim da quarentena.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil