Petrobras (PETR3 PETR4) reduz preços de gasolina e diesel nas refinarias

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A Petrobras (PETR3 PETR4) anunciou nesta segunda-feira (20) novo corte no preço da gasolina e do diesel nas refinarias.

A gasolina será reduzida em 8% e o diesel, em 4%. Os valores passam a valer a partir de terça-feira (21).

A informação foi confirmada pela assessoria da empresa da estatal.

O anúncio virá em consequência da queda brusca do petróleo no mercado internacional nesta segunda. O tipo WTI despenca mais do que 80%, com barril negociado a US$ 2,50. No início do dia, a queda já era de mais de 20%.

Razões para queda do petróleo

Desde a semana passada, o mercado dá sinais de que o corte na produção mundial de petróleo não foi suficiente para compensar a perda acentuada de demanda.

A crise do coronavírus e os bloqueios ao transporte aéreo e rodoviário como medida de isolamento social para conter o vírus impactaram fortemente na demanda pela commodity.

No início do mês, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo mais Rússia e outros produtores (Opep+) decidiram reduzir a produção em quase 10 milhões ao dia.

Consequências para a Petrobras

Com o petróleo em forte queda e com receio de perder competitividade no mercado interno, a Petrobras está sendo forçada a, constantemente, reduzir o valor dos combustíveis.

O ajuste que vale a partir de terça-feira será a segunda redução em menos de uma semana. No dia 14, a Petrobras reduziu o litro da gasolina nas refinarias em 8% e o diesel, em 6%.

Este será o 12º corte no preço da gasolina no ano. Do diesel, é o 10º no ano.