Petrobras quer vender fatia na Braskem em no máximo 12 meses, afirma CEO

Weslley Almerindo
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação / Petrobras

A Braskem é uma fatia petroquímica da gigante Petrobras (PETR3; PETR4). Desse modo, a estatal planeja vendê-la em no máximo 12 meses.

Além disso, segundo o presidente da petroleira estatal, Roberto Castello Branco, há uma defesa para que a empresa seja listada no Novo Mercado da bolsa paulista B3 (B3SA3), como forma de obter um maior valor na operação.

“A Petrobras está fortemente comprometida em desinvestir na Braskem”, disse Castello Branco, ao participar de encontro com analistas e investidores em Londres.

Guia definitivo sobre Renda Variável  e os Melhores Investimentos para 2021

“Nós lemos recentes notícias de que a Odebrecht, que controla a Braskem, propôs vender a companhia em 36 meses. Nós discordamos fortemente disso, nós queremos vender Braskem em, no máximo, 12 meses, para o mercado de capitais, transformando a empresa em uma ‘corporation’.”

Por fim, a Odebrecht tem 38,3% da Braskem, ou 50,1% do capital com direito a votos, enquanto a Petrobras tem uma participação total de 36,1%, ou 47% das ações com direito a voto, segundo informações do site da companhia.

A Odebrecht após ser um dos principais alvos da Operação Lava Jato, está reestruturando 51 bilhões de reais em dívidas, uma das maiores reestruturações da América Latina.