Petrobras (PETR4): refinarias diminuem 70% da capacidade por parada em unidades

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: Divulgação / Petrobras

O Ministério de Minas e Energia divulgou nesta terça-feira (6) que a carga global de processamento de petróleo em refinarias da Petrobras teve “expressiva queda na última semana”.

Foi indicado 69,2% da capacidade no último domingo, contra 76,8% da semana anterior, conforme o boletim.

As informações são da Agência Reuters.

Confira principais Ações para investir em Outubro

A redução ocorre “em função de parada total das unidades da Recap e da Reduc”, informou a pasta.

De acordo com a Reuters, não houve outros detalhes. A fala menciona as refinarias da estatal em Capuava (SP) e Duque de Caxias (RJ). Procurada, a Petrobras não respondeu.

Quedas

A redução atual nas atividades é a menor desde o início de junho, quando diminuiu para 65%.

O nível de processamento do petróleo nas refinarias acompanha o impacto da pandemia sobre o setor de energia e mercado de combustíveis, conforme o Ministério. 

Durante o período mais intenso de quarentenas adotadas para conter a Covid-19, no início de abril, a carga das refinarias da Petrobras chegou à mínima do ano, abaixo de 55%.

A partir de então, começou a trajetória de recuperação ainda em meados daquele mês.

Por fim, o relatório do governo não trouxe na mais recente edição números sobre o mercado de combustíveis, segundo a Reuters.

No boletim anterior, de 28 de setembro, a pasta apontava aumento de 3,6% na comercialização de gasolina até 22 de setembro quando na comparação com mesmo período do ano passado, enquanto a venda de diesel tinha alta de 10,5%.

As vendas de etanol tinham alta de 3,4% nessa mesma base de comparação. Por outro lado, as de querosene de aviação desabavam 55,9%, em meio às restrições em vigor para viagens aéreas, informa a Reuters.