Petrobras (PETR4) bate recorde em vendas de diesel S-10 em outubro

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: André Motta de Souza/Agência Petrobras

A Petrobras (PETR4) informou em comunicado ao mercado que bateu o recorde de vendas de Diesel S-10 pelo segundo mês consecutivo. Conforme divulgado, a companhia comercializou 2,01 milhões m³, número 4,8% acima do recorde anterior, em setembro, com 1,91 milhão m³.

Ainda em outubro, a empresa registrou vendas totais de Diesel na ordem de 4,0 milhões m³. O valor representa um crescimento de 6,3% quando comparado ao mesmo período de 2019.

O recorde e o crescimento de vendas totais do Diesel S-10 refletem as ações comerciais executadas pela Petrobras. O objetivo é diminuir os efeitos da pandemia sobre a demanda de combustíveis. Além disso, é um dos esforços para ampliar a oferta do produto, que possui menor teor de enxofre em relação ao Diesel S-500, segundo informou a companhia.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

Além disso, em outubro, as vendas asfalto da Petrobras também foram recordes, atingindo 265 mil toneladas. É o maior volume mensal desde novembro de 2014.

Gafisa (GFSA3) celebra contrato de aquisição

A GAFISA (GFSA3) informou em comunicado nessa terça-feira (10) que celebrou contrato ontem para aquisição de ativos imobiliários localizados na zona oeste da cidade de São Paulo. 

O negócio tem previsão de conclusão no mês de dezembro de 2020, mas a concretização da aquisição depende do cumprimento de condições precedentes, inclusive de diligência jurídica. 

A companhia não ofereceu mais informações a respeito dos imóveis em questão.

Duratex (DTEX3): incêndio em fábrica paralisa unidade

A Duratex (DTEX3) comunica que ontem (09) ocorreu um incêndio no silo de cavacos de sua unidade de painéis de madeira localizada em Agudos (SP). 

A companhia prevê uma pausa de quatro dias até o retorno das operações. Parte dos impactos serão compensados com a reprogramação de paradas técnicas já agendadas. Estas devem ocorrer nos próximos 45 dias, diminuindo os efeitos do incidente ainda no quarto trimestre.

O incêndio foi controlado pelo time de segurança da unidade em conjunto com o corpo de bombeiros dos municípios de Agudos e Bauru. Não houve feridos. As causas do incêndio estão sendo apuradas. A companhia reforça que todos os cuidados com a segurança de seus colaboradores estão sendo tomados.

 

Quer saber como investir no mercado de ações? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para auxiliar na sua trajetória de investimentos