Petrobras (PETR4) informa recorde de produção de diesel S-10 e GLP

Giovanna Castro
Jornalista formada pela UNESP.
1

Crédito: Divulgação/ Petrobras

A Petrobras (PETR4) anunciou nesta quarta-feira (9) que, pelo terceiro mês consecutivo, bateu o recorde de produção de Diesel S-10.

A comercialização de gás liquefeito de petróleo (GLP) também bateu recorde pelo terceiro mês em 2020.

O Diesel S-10 é um combustível com baixo teor de enxofre e, segundo a empresa, o produto acompanha a evolução dos motores de veículos pesados e utilitários movidos a diesel.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Atualmente, existem dois tipos de diesel rodoviário no país, o Diesel S-500 e o Diesel S-10. No entanto, o S-500 é utilizado apenas por veículos fabricados até 2011.

Logo, a tendencia é que o Diesel S-10 sofra, cada vez mais, um aumento na demanda.

“Em agosto, as refinarias da companhia processaram 1,84 milhão de m³ do produto, volume ligeiramente maior ao de julho, quando atingiu 1,81 milhão de m³,e 15% superior à marca de junho, de 1,6 milhão de m³”, informou a Petrobras em comunicado ao mercado.

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

Recordes na Revap

A Refinaria Henrique Lage (Revap), localizada São José dos Campos (SP) e pertencente à PETR4, bateu seu recorde mensal de produção de Diesel S-10.

“Em agosto, foram produzidos 203,5 mil m³, marca 10% superior ao do recorde anterior de março deste ano, quando a produção havia sido de 185 mil m³”, comunicou a Petrobras.

“O resultado foi obtido graças a elevação da carga da unidade de hidrotratamento de diesel U-262, após autorização definitiva obtida junto à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)”, justificou.

A Revap também acompanhou o crescimento na comercialização de GLP, batendo recorde em agosto em relação às vendas do mês anterior.

Foram 80.204 toneladas comercializadas em agosto, o equivalente a 6,16 milhões de botijões P13, contra 75.730 toneladas do recorde anterior, atingido em junho.

Isso representa um aumento de 5,9% nas vendas de GLP, superando o primeiro recorde do ano, em maio, quando alcançou 71.115 toneladas.

Aumente seus ganhos. Consulte nossa Planilha de Monitoramento de Carteira

Petrobras retorna à iniciativa anticorrupção do Fórum Econômico Mundial

Também em comunicado ao mercado divulgado nesta quarta-feira (9), a Petrobras informou que se tornou novamente signatária da iniciativa anticorrupção Partnering Against Corruption Initiative (PACI), do Fórum Econômico Mundial.

A PACI é a principal organização internacional de combate à corrupção com agentes de conformidade de grandes multinacionais, organismos internacionais e governos.

A plataforma global de ação coletiva permite que empresas troquem experiências e garantam condições de concorrências equitativas, “criando mercados mais íntegros e transparentes”.

“A participação na PACI traz à Petrobras a oportunidade de discutir e contribuir com players do mercado sobre as melhores práticas de transparência e combate à corrupção, possibilitando o aperfeiçoamento dos processos da companhia e a incorporação de novas ferramentas e metodologias de trabalho”, disse a companhia.

A companhia brasileira foi membro da organização de 2005 até 2014. O retorno é uma nova tentativa na promoção da transparência e combate à corrupção.

“Ao longo dos últimos anos, a Petrobras vem implementando diversas medidas de governança, transparência e conformidade, trabalhando para a disseminação da cultura de integridade entre seus colaboradores e suas contrapartes, incluindo diversas ações de treinamentos, na mesma linha das melhores práticas que vêm sendo adotadas pelas maiores empresas do mundo e que alcançaram índices de qualidade e excelência na prevenção à fraude e à corrupção”, concluiu a PETR4.