Petrobras (PETR4) conclui emissão de US$ 1,5 bilhão em títulos globais

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Rerprodução / Flickr

A Petrobras (PETR3 PETR4) concluiu nesta quinta-feira (10), por meio da sua subsidiária integral Petrobras Global Finance (PGF), a oferta de títulos no mercado de capitais internacional, no valor de US$ 1,5 bilhão.

O oferta de global notes acontece através da emissão dos títulos PGF 5,50% com vencimento em 10 de junho de 2051. O rendimento ao investidor é de 5,75% ao ano.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

A operação foi precificada em 2 de junho de 2021 e representou a menor taxa de retorno (yield) de uma emissão na história da Petrobras para um bond de 30 anos.

“A demanda aproximada foi 6,2 vezes superior à oferta, com participação de 426 investidores dos Estados Unidos, Europa, Ásia e América Latina”, informou a Petrobras.

A data dos pagamentos de juros ficaram para 10 de junho e 10 de dezembro de cada ano, iniciando em 10 de junho de 2021.

As agências de risco deram selos BB- (Fitch), Ba2 (Moody’s) e BB- (S&P).

Hermes Pardini (PARD3) aprova pagamento de JCP no valor bruto de R$ 8,6 milhões

A Hermes Pardini (PARD3) aprovou a declaração e o pagamento a os acionistas de juros sobre o capital próprio (JCP) no valor bruto total de cerca de R$ 8,636 milhões.

Tal montante é equivalente a R$ 0,0680869345 por ação. O valor líquido do JCP será imputado aos dividendos mínimos obrigatórios devidos aos acionistas da companhia.

O pagamento será realizado no dia 30 de junho de 2021, na proporção da participação de cada acionista, na base aferia em 16 de junho de 2021.

Eternit (ETER3) tem aumento de participação acionária relevante

A Eternit (ETER3) informou hoje ao mercado que a Morgan Stanley Uruguay aumentou a participação no capital social da empresa brasileira para 5,02%.

“A companhia ainda aguarda a comunicação formal do acionista, para que possam ser completadas as informações referentes à transação.

A Eternit está em processo de recuperação judicial.

CCR (CCRO3) celebra termo aditivo junto ao governo federal de prorrogação da concessão da BR-163

A CCR (CCRO3) informou hoje que sua controlada direta, a Concessionária de Rodovias Sul-Matogrossense (MSVia), firmou aditivo de contrato com a União, por meio da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), para o trecho da BR-163/MS.

Este trecho se localiza na divisa entre o Mato Grosso do Sul e o Paraná.

“Após a assinatura do aditivo, haverá diversas etapas para a efetiva conclusão da relicitação, período em que a MSVia permanecerá operando o trecho concedido e garantindo a continuidade e a segurança dos serviços essenciais aos usuários”, salientou a CCR.

Unipar Carbocloro (UNIP6) tem alteração acionária

A Unipar (UNIP3 UNIP5 UNIP6) recebeu hoje comunicado de Maria Soares de Sampaio Geyer, acionista membro do bloco de controle, de que ela alienou 744.700 ações ordinárias (UNIP3) em operações na B3 (B3SA3).

A movimentação fez com que a acionista reduzisse sua participação direta e indireta na Unipar Carbocloro para 18,93%.

“A alienação de ações teve por objetivo a mera realização de operações financeiras, não objetivando alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa da companhia”, informou a acionista.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo