Petrobras (PETR4) aprova pagamento de dividendos no total de R$ 10,3 bi

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Arquivo Agência Brasil

A Petrobras (PETR4) aprovou o pagamento de dividendos, no valor de R$ 10,3 bilhões. Ou seja, R$ 0,787446 por ação ON e PN.

Esse valor é equivalente a 5% do capital social, aplicado tanto às ações preferenciais quanto ordinárias.

Do valor a ser pago, R$ 5,7 bilhões são referentes à destinação do resultado do exercício de 2020 e R$ 4,6 bilhões são oriundos da conta de reserva de retenção de lucros.

Não Perca! Começa hoje o evento que vai transformar sua visão sobre Fundos de Investimento Imobiliário

A data de corte para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3 (B3SA3) será no dia 14 de abril de 2021.

Os papéis da estatal serão negociados ex a partir de 15 de abril.

O pagamento será realizado no dia 29 de abril de 2021.

Petrobras: forte geração de caixa

“O dividendo proposto, superior ao mínimo obrigatório, foi possibilitado pela forte geração de caixa alcançada pela companhia em 2020 e está alinhado ao compromisso de geração de valor para os acionistas”, diz a empresa em nota.

Segundo a empresa, para os acionistas detentores de American Depositary Receipts (ADRs) negociadas na New York Stock Exchange–NYSE a data de corte será dia 16 de abril de 2021.

“As ações da Petrobras serão negociadas ex-direitos na B3 e NYSE a partir do dia 15 de abril de 2021. Todos os valores serão atualizados pela variação da taxa Selic de 31 de dezembro de 2020 até a data do pagamento”, diz a companhia.

“Essa proposta de remuneração aos acionistas será encaminhada para deliberação da Assembleia Geral de Acionistas a ser realizada em 14 de abril”, acrescenta a estatal.