Petrobras (PETR4 PETR3) inicia fase vinculante de venda de campos em AM e SE

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Felipe Dana/Agência Petrobras/Divulgação

A Petrobras (PETR4 PETR3) iniciou a fase vinculante referente à venda da totalidade de sua participação no campo de Tartaruga (SE) e do Polo Urucu (AM), conforme comunicado divulgado hoje (7).

O campo de Tartaruga é pertencente à concessão SES-107D, localizado em águas rasas da Bacia de Sergipe-Alagoas.

Enquanto o Polo Urucu é formado por sete concessões de produção terrestres localizado na Bacia de Solimões, Amazonas.

De acordo com a petrobras, os habilitados para essa fase receberão carta-convite com instruções detalhadas sobre o processo de desinvestimento, incluindo orientações para a realização de due diligencee para o envio das propostas vinculantes.

Conforme a nota, o processo está de acordo com as diretrizes para desinvestimentos da Petrobras.

“Essa operação está alinhada à estratégia de otimização de portfólio e melhoria de alocação do capital da companhia, passando a concentrar cada vez mais os seus recursos em águas profundas e ultra-profundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos” disse a estatal.

Sobre o Polo Urucu (AM)

O Polo Urucu compreende sete concessões de produção (Araracanga, Arara Azul, Carapanaúba, Cupiúba, Leste do Urucu, Rio Urucu, Sudoeste Urucu), todas localizadas no estado do Amazonas, nos municípios de Tefé e Coari, ocupando uma área de aproximadamente 350 km2.

No primeiro semestre de 2020, a produção média do Polo foi de 103 mil boed, sendo 16,2 mil bpd de óleo e condensado, 13,8 milhões de m³/d de gás e 1,11mil ton/dia de GLP.

Também estão incluídos na transação as unidades de processamento da produção de petróleo e gás natural e instalações logísticas.

Sobre o campo de Tartaruga (SE)

O campo de Tartaruga está localizado em Pirambu, litoral norte de Sergipe, em águas rasas da Bacia de Sergipe‐Alagoas.

Os poços do campo foram perfurados da terra para o mar, a partir da base situada na porção do ring‐fence.

A produção média do campo de janeiro a junho de 2020 foi de aproximadamente 609,76bpd de óleo leve (37º API).

A Petrobras detém 25% de participação no campo e a MahaEnergy Brasil Ltda é a operadora, com 75% de participação.