Petrobras (PETR3, PETR4) diz que greve não impacta produção e abastecimento

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)

Crédito: Reprodução / Agência Brasil

A Petrobras (PETR3, PETR4) divulgou nesta segunda (3) um comunicado a respeito da greve dos petroleiros iniciada no último sábado (1º).

A companhia informa “que todas as suas unidades de produção de petróleo, combustíveis e derivados estão em operação dentro dos padrões de segurança. Não há impactos na produção nem no abastecimento ao mercado.”

“Movimento injustificado”

“A Petrobras reitera que o movimento grevista iniciado em algumas de suas unidades é injustificado, uma vez que o acordo coletivo de trabalho foi assinado por todos os sindicatos em novembro de 2019 e as negociações previstas estão seguindo curso normal”, diz a companhia.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

“Portanto, os motivos alegados não atendem aos critérios legais. Reforçamos que, em todos os itens apontados pelas entidades sindicais, a companhia vem cumprindo rigorosamente os compromissos firmados e segue aberta para dialogar com as entidades.”

Paralisação

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) confirmou que trabalhadores de pelo menos 13 sindicatos ligados a ela começaram a paralisação.

A categoria reivindica a revisão do fechamento da fábrica da Fafen, no Paraná, além do cumprimento de cláusulas de ACT (Acordos Coletivos de Trabalho) da Petrobras (PETR3, PETR4) e de suas subsidiárias, como a Ansa.