Petrobras (PETR3; PETR4) fará reajuste no diesel após 85 dias

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Petrobras (PETR3; PETR4) informou nesta terça-feira (28) que fará reajuste no diesel. O combustível vinha sem alterações há 85 dias. Segundo a empresa, foi evitado o repasse imediato para os preços internos devido à volatilidade externa causada por eventos conjunturais. O aumento será aplicado na venda do combustível para as distribuidoras.

Desta forma, a partir de quarta-feira (29), o preço médio de venda do litro diesel A da passará de R$ 2,81 para R$ 3,06. O que reflete um reajuste médio de R$ 0,25 por litro.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Petrobras (PETR3; PETR4): aumento é para garantir abastecimento

Considerando a mistura obrigatória de 12% de biodiesel e 88% de diesel A para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço do diesel na bomba passará a ser de R$ 2,70 por litro em média. O que significa uma variação de R$ 0,22.

Segundo a petroleira, esse ajuste é importante para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento. Citou que é importante para todos os elos da cadeia. Inclui distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras. Reflete parte da elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo e da taxa de câmbio.

Silva e Luna reafirma política de preços

Na véspera, o presidente da companhia, Joaquim Silva e Luna, reafirmou que manterá a política de preços. De acordo com matéria do jornal Valor Econômico, disse que a incidência do ICMS potencializa a volatilidade quando há elevação dos preços.

Pela manhã, os papéis da empresa chegaram a liderar as altas na sessão desta terça-feira, no Ibovespa.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo