Petrobras (PETR4) pagará dividendos; Cemig (CMIG4) cancela guidance

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Flickr

A Petrobras (PETR4 PETR3) aprovou nesta quarta-feira (20) o pagamento de dividendos no valor de R$ 1,7 bilhão para as ações ordinárias (R$ 0,233649 por ação) e R$ 2,5 milhões para as ações preferenciais (R$ 0,000449 por ação).

Os valores foram atualizados pela taxa Selic do período de 31 de dezembro de 2019 até 22 de julho. Isso resultou em um acréscimo nas ações ordinárias de R$ 0,004420 e de R$ 0,000008 nas preferenciais.

Desta forma, o valor total distribuído aos acionistas será de R$ 0,238069 por ação ordinária e R$ 0,000457 por preferencial.

Conforme a Petrobras, o pagamento será realizado em 15 de dezembro de 2020.

A data de corte para os detentores de ações da Petrobras negociadas na B3 será em 22 de julho.

Já a record date para os detentores de American Depositary Receipts (ADRs) negociadas na New York Stock Exchange (NYSE) será o dia 24 de julho de 2020.

As ações da Petrobras serão negociadas ex-direitos na B3 e NYSE a partir do dia 23 de julho de 2020.

Cemig (CMIG4) suspende guidance

A Cemig (CMIG4) suspendeu nesta quarta-feira (22) suas projeções financeiras (guidance) divulgadas em 29 de maio deste ano.

De acordo com a Cemig, a decisão foi tomada em função da impossibilidade de quantificar, com precisão, os impactos gerados pela pandemia do coronavírus no contexto, principalmente, de incertezas quanto à evolução da Covid-19 nos mercados em que atua.