Petrobras (PETR3 e PETR4) faz contratações emergenciais durante a greve

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Divulgação/Petrobras

A Petrobras (PETR3 e PETR4) fará contratações emergenciais de funcionários e serviços para garantir suas operações enquanto durar a greve dos petroleiros que neste sábado, 8, completa uma semana. A empresa alega que as contratações se fazem necessárias porque os sindicatos descumpriram a ordem do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que exige a manutenção de 90% do efetivo.

“A ordem judicial do TST de garantir contingente mínimo de 90% do efetivo não vem sendo cumprida pelos sindicatos e, em decorrência disso, o tribunal autorizou a contratação emergencial pela Petrobras para suprir temporariamente os serviços essenciais e evitar impactos à operação e à produção”, afirmou a empresa, segundo reportagem da Reuters.