Petrobras (PETR3, PETR4) assina com subsidiária da PetroReconcavo (RECV3); JBS (JBSS3) emite notes

Karin Barros
Jornalista com atuação nos dois principais jornais impressos da Grande Florianópolis por quase 10 anos. Costumo dizer que sou viciada em informação, por isso me encantei com a economia, que une tudo de alguma forma sempre. Atualmente também vivo intensamente o mundo da assessoria de imprensa e do PR.

Crédito: JBS/Divulgação

A Petrobras (PETR3, PETR4) assinou nesta segunda-feira (16) com a Potiguar E&P, subsidiária da PetroReconcavo.

O contrato é para escoamento e processamento do gás natural produzido em terra pela Potiguar E&P no estado do Rio Grande do Norte.

Ele inclui a cessão de uso do Sistema de Escoamento de Gás Natural de Guamaré (SEG Guamaré), a utilização de planta de processamento de gás natural na unidade de processamento de gás natural – UPGN Guamaré, bem como a venda, pela Potiguar E&P, de condensado de gás natural (C5+).

Esse movimento faz parte do conjunto de ações que viabilizam a  diversificação  dos  agentes,  resultando  em  aumento  da  concorrência  e  na  redução  da  participação  da  Petrobras em todos os elos da cadeia de gás natural, em cumprimento aos compromissos assumidos junto ao CADE em julho de 2019.

Tenda (TEND3) paga dividendos

A Construtora Tenda (TEND3) informou nesta segunda, em Assembleia Geral Ordinária realizada no dia 30 de abril, foram aprovados a distribuição e o pagamento de dividendos pela Companhia no montante equivalente a 25% do lucro líquido do exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2020, a título de dividendo mínimo obrigatório. 

Serão distribuídos  dividendos no valor total de R$17 milhões em complemento aos dividendos declarados e distribuídos durante o exercício social encerrado em  31  de dezembro de 2020, no valor total de R$ 47 milhões.

Profarma (PRFM3) aprova distribuição de JSCP

A Profarma (PRFM3) aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio (JSCP) no valor de R$ 33 milhões.

Informações sobre os JSCP poderão ser obtidas nos websites da Comissão de Valores  Mobiliários  (www.cvm.gov.br)  e  de  relações  com  investidores  da Profarma (https://ri.profarma.com.br).

JBS (JBSS3) emite notes

A JBS (JBSS3) emitiu e precificou no mercado de capitais internacionais US$2 bilhões, sendo, US$1 bilhão, por meio da sua subsidiária JBS Finance Luxembourg, em Notas Sêniors com vencimento em 2027.

Mais US$1 bilhão, por meio de suas subsidiárias JBS USA, JBS USA Finance, Inc e JBS USA Food atrelados ao compromisso de redução de emissões de gases de efeito estufa pela JBS, com vencimento em 2032.

A JBS pretende utilizar os recursos das Notas 2027 para refinanciar compromissos de curto  prazo, além de cobrir outros propósitos corporativos gerais. 

Já as Notas 2032 serão usadas para o resgate do saldo das Notas Sêniors com remuneração de 7% e vencimento em 2026 emitidos pela JBS USA Food.

Essa é a primeira emissão da JBS após a conquista de Full Investment Grade, alcançado depois que as agências Fitch e Moody’s a colocaram nessa classificação.

Hermes Pardini (PARD3) compra 60% do capital social do Instituto de Análises Clínicas de  Santos

O Hermes Pardini (PARD3) divulgou nesta segunda que fechou o contrato de compra e venda para a aquisição de 60% do capital social do Instituto de Análises Clínicas de Santos, o mais tradicional da Baixada Santista, fundado em 1929.

O valor do negócio foi de R$100,98 milhões.

Os instrumentos contratuais celebrados pelas partes permitem que a Companhia adquira a totalidade do capital social do IACS no quinto ano da conclusão da aquisição.

Em 2021, o IACS deve fechar o ano com receita bruta superior a R$ 95 milhões e mais de 4,5 milhões de testes realizados.

Equatorial (EQTL3): ANEEL aprova revisão tarifária da CEEE-D

A Equatorial (EQTL3) e a CEEE-D divulgaram nesta segunda que ANEEL aprovou o resultado definitivo da revisão tarifária a ser aplicada no dia 22 deste mês.

Considerando-se os componentes financeiros incluídos nas tarifas da Companhia, o efeito médio a ser percebido pelo consumidor neste processo tarifário será de 14,62%.

Para a Base de Remuneração Líquida, o valor aprovado foi de quase R$ 3 bilhões.

Diante do cenário socioeconômico decorrente da pandemia de Covid-19 e da  crise hídrica, foram adotados mecanismos para mitigar parte do aumento tarifário.  

Os principais mecanismos incorporados  na forma de componentes financeiros negativos foram: financeiro de bandeira de escassez hídrica, no valor de R$ 211 milhões, R$ 119 milhões referentes à utilização saldos Créditos PIS/COFINS, R$ 68 milhões referentes ao  diferimento itaipu (Decreto 10.665/2021) e reversão dos recursos da Conta-Covid no valor de R$ 53 milhões.

Unifique (FIQE3) anuncia recompra de ações

A catarinense Unifique (FIQE3) anunciou nesta segunda a aprovação de recompra de ações ordinárias de emissão da companhia.

O Programa de Recompra tem por objetivo a aquisição das ações ordinárias de sua própria  emissão, para permanência em  tesouraria, cancelamento ou posterior alienação das ações no mercado.

A quantidade a recompra limitar-se-á a seis milhões de ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, que corresponde a 1,66% do total de ações emitidas pela Companhia e de 5,95% do total de ações da Companhia em circulação no mercado.