Monitor CVM: Petrobras (PETR3 PETR4) contrata ACC no BB; Vivara (VIVA3) paralisa fábrica

Marcia Furlan
Jornalista com mais de 30 anos de experiência. Trabalhou na Editora Abril e Agência Estado, do Grupo Estado, como repórter e editora de Economia, Política, Negócios e Mercado de Capitais. Possui MBA em Mercado de Derivativos pela FIA.

Crédito: Reuters

A Petrobras contratou nesta quinta-feira (26) uma operação ACC – Adiantamento sobre o Contrato de Câmbio – com o Banco do Brasil. O banco estatal adiantou US$ 198 milhões, ou R$ 988 milhões, à petrolífera. O contrato tem a validade de 360 dias.

Contratos ACC são normais para empresas exportadoras, como é o caso da Petrobras.

A Petrobras anunciou uma série de medidas para reduzir despesas. Entre elas, estão a redução da produção em campos onde o custo da extração de petróleo e gás é alto, menores investimentos e o adiamento do pagamento dos dividendos acionistas.

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

Segundo a estatal, as medidas foram tomadas por dois motivos: o avanço do coronavírus no Brasil, que aumenta as incertezas sobre os investimentos, e a guerra nos preços do petróleo no mercado internacional.

A Petrobras reportou um lucro líquido de R$ 40 bilhões no ano passado, e analistas dos bancos têm ressaltado que a empresa tem liquidez assegurada a curto e médio prazos.

Vivara (VIVA3) paralisa fábrica em Manaus

A fabricante e varejista de joias Vivara tomou uma série de medidas para ajudar a conter o avanço do coronavírus. Além do fechamento, no dia 21, de todas as suas lojas nos shopping centers, a empresa paralisou a sua fábrica em Manaus (AM), dando férias coletivas a todos os funcionários. Os produtos prontos foram todos transportados para o centro de distribuição da empresa em São Paulo. Segundo a Vivara, essa medida garantirá uma reposição rápida quando as operações forem retomadas. A empresa também informou que está reavaliando seu plano de investimentos para 2020.

Notre Dame (GNDI3) reabre hospital em São Bernardo (SP)

O Grupo Notre Dame informou que reabriu nesta semana seu hospital Intermédica ABC, localizado em São Bernardo do Campo (SP). O hospital foi completamente reformado e segundo o GNDI agora possui 65 novos leitos de UTI e 63 novos leitos de internação hospitalar. “Em função do atual momento de pandemia por coronavírus, este moderno complexo hospitalar será inteiramente dedicado aos pacientes com sintomas do coronavírus”, comunicou a empresa. Além dos leitos, o hospital possui centro cirúrgico, equipamentos de tomografia, USG, RX, broncoscopia, laboratórios de hemodiálise e bancos de sangue.

Cogna (COGN3) altera data de divulgação do balanço

A Cogna alterou a data de divulgação de seus resultados do quarto trimestre de 2019, prevista para esta sexta-feira (27), para o dia 30 de março, após o fechamento do mercado. O adiamento, segundo a companhia, foi em decorrência das dificuldades operacionais e restrição de mobilidade de pessoas em função do Covid-19, que culminou com a migração das atividades dos colaboradores da Companhia para regime de home office.