Pesquisa XP/Ipespe mostra que 49% reprovam governo Bolsonaro

Marcelo Hailer Sanchez
Jornalista, Doutor em Ciências Sociais (PUC-SP) e Mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Pesquisador em Inanna (NIP-PUC-SP). Trabalhei nas redações do Mix Brasil, Revista Junior, Revista A Capa e Revista Fórum. Também tenho trabalhos publicados no Observatório da Imprensa e revista Caros Amigos. Sou co-autor do livro "O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente" (AnnaBlume).
1

Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Pesquisa realizada pela XP/ Ipespe entre os dias 20 e 28 de abril, avaliou o impacto da saída do ex-juiz Sergio Moro no governo Bolsonaro. De acordo com o levantamento, a avaliação positiva do governo caiu 4 pontos percentuais, de 31% para 27%, enquanto a avaliação negativa saltou 7 pontos percentuais e foi de 42% para 49%. Foram realizadas 1.000 entrevistas de abrangência nacional nos dias 20, 28 e 29 de abril. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

 

Avaliação do mandato

A avaliação dos entrevistados quanto ao restante do mandato do presidente Bolsonaro, também oscilou negativamente e passou de 38% para 46%. A avaliação positiva quanto a restante do mandato do presidente foi de 35% para 30%.

 

Também foi avaliada a nota pessoal do presidente Bolsonaro, que era de 5,1 no levantamento feito pela XP em abril, e agora é de 4,7. Com o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, a nota pessoal teve caminho inverso em relação a do presidente e foi 6,2 para 6,5 desde a sua saída do governo federal.

A respeito dos impactos da saída de Sergio Moro no governo Federal, a avaliação dos entrevistados permaneceu em 67%, mas, 69% acreditam que o trabalho do novo ministro da Justiça, André Mendonça, terá interferência do presidente e 19% esperam uma atuação independente.

Economia no caminho errado

52% dos entrevistados acham que a política econômica do governo está no caminho errado, contra 47% na semana passada. Os que veem a economia no caminho certo oscilou de 35% para 32%.

Para 62% dos entrevistados, a melhor maneira do governo Federal de recuperar a economia depois da pandemia é com mais investimentos do governo, enquanto 29% acreditam que o governo deve manter as reformas estruturais e enxugar os gastos públicos e ampliar a participação da iniciativa privada.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

O levantamento feito pela XP Ipesp também registro que 48% estão com “muito medo” da pandemia causada pelo coronavírus, ante 41% na semana anterior.