EconomiaNotícias

Pesquisa mostra otimismo dos profissionais com o mercado de trabalho

Um levantamento feito pela recrutadora Robert Half mostra que 70% dos profissionais de recrutamento das empresa acham que 2019 será um ano melhor que 2018 no quesito criação de vagas.

Avalie este artigo!
juiui 1024x682 - Pesquisa mostra otimismo dos profissionais com o mercado de trabalho
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

A recrutadora de cargos de média e alta gerência Robert Half divulgou um levantamento que mostra uma melhora no índice de confiança dos profissionais acerca do mercado de trabalho. De acordo com a empresa, o indicador atingiu o maior nível desde que foi iniciada, em agosto de 2017.

A 6ª edição do Índice de Confiança Robert Half (ICRH) obteve 55,3 pontos. O indicador é medido em uma escala que vai de 0 a 100. Nele, valores acima dos 50 pontos mostram profissionais qualificados e confiantes. A pesquisa realizada pela empresa envolveu 1.161 profissionais ao longo de novembro. Todos os entrevistados possuem idades de 25 anos ou mais e nível superior.

Segundo a recrutadora, a melhora nesse índice tem relação com a elucidação do cenário político brasileiro, fato que resulta em um otimismo tanto para a economia do país quanto para o mercado de trabalho.

Em todas as categorias que fazem parte do ICRH, das quais fazem parte recrutadores, empregadores e desempregados, mostraram uma maior confiança com relação aos próximos seis meses. Se comparado a última pesquisa, feita em julho deste ano, o indicador apresenta uma alta tanto em sua média consolidada quanto em suas categorias.
escrevendo no compu 1024x682 - Pesquisa mostra otimismo dos profissionais com o mercado de trabalho
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

Acerca da situação atual, uma leve queda no indicador foi obtida apenas entre a categoria dos desempregados.

O índice de confiança dos desempregados e dos recrutadores com o futuro foi cotada em 57,1 pontos. Já entre os empregados, a confiança atingiu 51,6 pontos. O resultado da confiança relacionada à situação atual fechou em 35,2 pontos em meio aos recrutadores, 18,3 entre os desempregados e 32,5 entre aqueles que estão empregados.

De acordo com o diretor geral da Robert Half, Fernando Mantovani, a pesquisa mostra que 70% dos profissionais de recrutamento estão otimistas quanto a 2019 no quesito criação de vagas. Dessa forma, o executivo aponta que com a chegada de um novo ano, as empresas e seus recrutadores devem agir de forma estratégica em relação aos planos de contratação.


Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil


Dificuldades em encontrar profissionais qualificados

Dados da 6ª edição do ICRH ainda mostram que grande parte dos recrutadores ainda consideram difícil encontrar profissionais qualificados no mercado (48%), já para outra parte desses recrutadores (9%), essa tarefa é considerada muito difícil.

Além disso, outros 21% dos recrutadores consideram que o desafio de encontrar pessoas qualificas será ainda mais complicado nos próximos seis meses.

Já conhece o nosso teste de perfil do investidor?

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

pexels photo 1081228 1 1024x629 - Pesquisa mostra otimismo dos profissionais com o mercado de trabalho
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

Crescimento

Entre os critérios mais importantes na visão dos candidatos a uma vaga está a possibilidade de crescimento na empresa. Para 35% dos profissionais empregados e 44% dos desempregados, o salário figura na segunda posição, com resultado de 20% e 16%, respectivamente.

Empregos temporários em cargos de gestão

A contratação de profissionais temporários para atuar em cargos de analista e diretor é muito comum em países da Europa e nos Estados Unidos. No Brasil, essa modalidade tem ganhado um grande volume de adeptos recentemente.

O índice publicado pela Robert Half mostrou que a confiança nesse modelo de contratação teve uma ligeira alta acerca da situação atual (3,2%). Já quando se analisa a expectativa para os próximos seis meses, a alta já é considerável e chega aos 12,6%, fato que fez o indicador atingir o seu pico histórico em 59,9 pontos.

Uma sondagem envolvendo profissionais temporários qualificados mostrou que itens como o desafio do projeto, a oportunidade de efetivação e a remuneração são prioritários na decisão de aceitar uma proposta de trabalho nesse modelo. Esses profissionais também consideram a flexibilidade, a possibilidade de conciliar seus estudos e projetos pessoais, além do acúmulo de aprendizados que a vaga pode oferecer.

Késia Rodrigues - Colaboradora Independente

Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por literatura, viagens, tecnologia e finanças.

Artigos Relacionados

Close