Pequenas e médias petroleiras são as mais afetadas pela queda no preço

Walter Niyama
Jornalista formado pela ESPM-SP, possui passagens pelo Diário do Centro do Mundo e já trabalhou na assessoria de imprensa da Secretária de Estado da Saúde de São Paulo. Também tem textos escritos para o site Torcedores. É idealizador do site de jornalismo Converge e colunista no Nerdssauros. É também autor de três romances publicados.

Crédito: Reprodução / Pixabay

Desde que começou a pandemia do coronavírus, a crise do preço do petróleo só aumentou. Devido à baixa na demanda, petroleiras se veem obrigadas a reduzirem gastos e procurarem formas de se sustentarem. O cenário é ainda mais difícil para pequenos e médios produtores, como mostrou a reportagem da Valor Econômico.

Ainda assim, as grandes também sofrem. A Petrobrás optou por um corte de US$ 2 bilhões em gastos operacionais e redução de 30% do investimentos previstos para 2020. Totalizando US$ 8,5 bilhões. Sua produção também ficou reduzida em 200 mil barris por dia.

Pequenas e médias empresas

Empresas menores como a Enauta, PetroRio e Dommo Energia possuem uma vantagem frente às grandes. Por terem estruturas menores, podem se adaptar mais rápido ao novo cenário. Porém, contra pesam a falta de escala e o ativo que administram.

José de Sá, em entrevista para o Valor, explicou que o problema não é necessariamente o tamanho da companhia, mas o perfil de campo que ela tem no seu portfólio. “Se é uma empresa que tem campos maduros offshore (áreas em alto-mar que já atingiram o pico da produção) voc~e tem que se preocupar. Porque eles estão entre os de maior custo”.

A Enauta, em comunicado, anunciou medidas para manter a liquidez e reduzir custos. A empresa possui produção de gás no campo de Manati (BA) e de óleo no de Atlanta, na Bacia de Santos. Mas por ter mais de R$ 1,5 bilhão em caixa líquido e, segundo eles, estar bem posicionado, manterão o plano de investimentos.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Já a PetroRio decidiu revisar seu plano de negócios, adiou investimentos e reduziu os gastos operacionais.

Terra

O quadro é ainda mais grave para pequenas companhias que operam em terra, de acordo com o vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Petróleo e Gás (Abpip) Marcelo Magalhães. Isso porque a Petrobras é compradora única dessa produção. E ela aplica desconto no preço desse óleo. O que afeta a viabilidade do negócio.

A Abpip já entrou em contato com o Ministério de Minas e Energia através de um ofício para socorrer os pequenos produtores.